Preço mínimo do café é uma saida para crise, diz Faemg

Publicado em 24/04/2013 11:29 642 exibições
Os preços baixos pagos pelo café e a demanda retraída tem feito com que o nível de comercialização da safra 2012 fique abaixo da média registrada nos períodos produtivos anteriores. A situação que é considerada crítica pode piorar ao longo do próximo mês, período em que se inicia a colheita da nova safra, o que aumentará a disponibilidade do produto no mercado. O setor está receoso e espera que o governo federal anuncie, ainda nesta semana, a majoração dos preços mínimos do grão.

De acordo com levantamento do Instituto de Pesquisas Agroeconômicas da consultoria Safras & Mercado, em Minas Gerais, até 31 de março, a comercialização da safra 2012 de café atingiu 72% da produção, o que representa 20,5 milhões sacas de 60 quilos de um volume produtivo estimado em 28,3 milhões de sacas. Em igual mês do ano passado o índice de comprometimento era de 83% e a média dos últimos cinco anos de 87%.

Veja a notícia na íntegra no site da Revista Cafeicultura
Tags:
Fonte:
Revista Cafeicultura

0 comentário