Líder no mercado externo, MG responde por 25% do café produzido no mundo

Publicado em 09/09/2013 13:56
408 exibições
Potencial mineiro no mercado externo tem como fator preponderante o Programa Certifica Minas Café

Minas Gerais é, historicamente, o maior celeiro de produção de café no mundo. Este potencial se reflete significativamente no mercado externo. O Brasil responde por 37% da produção internacional de café e, ainda, por 28% das exportações mundiais do grão, enquanto Minas responde por mais da metade do setor cafeeiro nacional e 25% do segmento no planeta. O assunto é tema da segunda reportagem da série especial da Agência Minas sobre a Semana Internacional do Café, evento que, este ano, é realizado em Belo Horizonte.

De acordo com a Organização Internacional do Café (OIC), entre os consumidores, o café é uma bebida universalmente popular, com mais de 600 bilhões de xícaras consumidas todos os anos. Carro-chefe do agronegócio do Estado, o segmento cafeeiro deve encerrar o ano com produção de 25 milhões de sacas em Minas Gerais, segundo dados da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa).

A força do setor, em Minas, garante ao Estado condição de destaque internacional. A exportação do café produzido em Minas Gerais movimentou US$ 3,8 bilhões em 2012. O grão representa o principal produto da pauta de exportações do agronegócio mineiro, ainda de acordo com dados da Seapa. Minas Geras é, ainda, o principal estado exportador de café do Brasil. Segundo o presidente da Epamig, Marcelo Lana Franco, o Estado vem buscando, sempre, aprimorar os êxitos da cadeia produtiva. “Estamos constantemente na busca por novas técnicas, para aprimorar sempre mais a qualidade na produção. É fundamental que busquemos reforçar todo o contexto, desde a produção, passando por toda a cadeia do setor cafeeiro, até o produto final para consumo”, explicou. 

Programa Certifica Minas Café

O potencial mineiro no mercado externo tem como fator preponderante o Programa Certifica Minas Café, criado pelo Governo do Estado. “Os mercados estão cada vez mais exigentes para que os produtos atendam critérios de sustentabilidade econômica, social e ambiental na produção”, explica o assessor especial de café da Seapa, Niwton Castro Moraes. “Esse programa veio para ajudar o cafeicultor de Minas Gerais a fazer as adequações para se adaptar ao padrão internacional, além de ajudar o pequeno produtor na gestão eficiente da sua atividade”, complementa.

O Certifica Minas Café tem como base um código de conduta para o cumprimento das boas práticas agrícolas. Para conseguir a certificação da propriedade é necessário o atendimento a 95 itens, dos quais 37 relativos a ações voltadas à preservação ambiental e 26 especificamente sobre produção e conservação dos recursos hídricos nas fazendas. “O maior ganho é conseguirmos colocar o café mineiro no mercado internacional”, avalia Moraes.

Os produtores que participam do programa são reavaliados anualmente para a obtenção de um novo certificado. Executado pela Emater-MG e o IMA, o Certifica Minas Café oferece assistência técnica e orientação para adequação das propriedades. “O programa atesta o reconhecimento dos tradings nacionais e mercados internacionais de um trabalho de conscientização e modernização do cafeicultor mineiro, para estar à altura das exigências atuais do mercado”, avalia Niwton Moraes.

O potencial mineiro no ramo cafeeiro foi determinante para que a Organização Internacional do Café (OIC) definisse Minas como sede da Semana Internacional do Café – que é o tema da série especial de reportagens da Agência Minas. A primeira reportagem, publicada na quinta-feira (5), mostrou a importância da produção deste grão no Estado. Já terceira e última reportagem será exibida na segunda-feira (09) – data de início da Semana Internacional do Café – com os principais destaques sobre a atuação dos baristas, que são os especialistas no preparo do café. Acesse a Agência Minas para acompanhar as reportagens e clique no vídeo ao lado para assistir à segunda reportagem da série.

 

Tags:
Fonte: Agência Minas

0 comentário