Café: NY encerra em baixa e vencimento maio cai para 198,40 cents

Publicado em 14/03/2014 14:33 e atualizado em 14/03/2014 16:13 1027 exibições

O café arábica encerrou o dia em queda na Bolsa de Nova Iorque (Ice Futures US) nesta sexta-feira (14). A queda teria sido provocada por um intenso movimento de realização de lucros, que provocou quedas acima dos 750 pontos.

Em uma sessão marcada pela volatilidade, o vencimento maio fechou a 198,40 centavos de dólar por libra-peso e teve variação de 795 pontos, registrando máxima de 205,05 centavos de dólar por libra-peso e mínima de 197,20 cents. Os contratos para entrega em julho fecharam com 200,20 cents e setembro com 201,05 cents / libra-peso, ambos com queda de 760 pontos. 

Um dos fatores que teria motivado a queda foi a divulgação de uma estimativa de perda de safra de apenas 1,4% para o café arábica no Brasil, feita pelo IBGE. De acordo com Fernando Barbosa, presidente do Conselho Regional de Café da região de Guaxupé-MG, o número não condiz com o que se vê nas lavouras. "Esta perda de 1,4% estimada pelo IBGE não se baseia em fundamentos conhecidos... Os produtores já falam em perdas que podem passar dos 20%". Ele afirma que este tipo de divulgação tem potencial para mexer com o mercado internacional.   

Além dos efeitos da seca prolongada, o aparecimento de doenças como a ferrugem, a broca e a cercósporea também afetam a produtividade nos cafezais brasileiros. "Temos problemas com a cercósporea e agora com a broca... O produtor não está fazendo o uso de arruação e fica grãos debaixo da saia do café... O pior é na colheita, que se colhe na forma de mecanização e deixa um percentual de grãos para trás sem colher, e aí se instala a broca do cafeeiro".

Tags:
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário