Café: Mercado registra pregão de extrema volatilidade nesta 4ª em NY

Publicado em 16/04/2014 10:52 690 exibições

O mercado do café arábica registra mais uma sessão de intensa volatilidade nesta quarta-feira (16) na Bolsa de Nova York. Por volta das 10h15 (horário de Brasília), os contratos mais negociados perdiam pouco mais de 100 pontos e somente o março/15 ainda sustentava o patamar dos US$ 2,00 por libra-peso. Mais cedo, porém, os futuros do arábca registravam ligeiras altas.

As oscilações dos preços na manhã de hoje não tem sido tão expressivas e o mercado parece tentar retomar seu fôlego depois do forte movimento de realização de lucros que derrubou as cotações, as quais fecharam o dia com mais de 1200 pontos de queda. Segundo analistas, essa queda, no entanto, é algo pontual e, em breve, as cotações deverão se recuperar. 

Os cafezais brasileiros, apesar das chuvas dos últimos dias, ainda sofrem com o déficit hídrico e, de acordo com informações do instituto de meteorologia MDA, nos próximos 6 a 10 dias, São Paulo, Rio de Janeiro, algumas regiões de Espírito Santo e o centro-sul de Minas Gerais deverão receber chuvas acima do normal. 

"Todo mundo está de olho na safra do Brasil, e isso tem trazido grande movimentação dos preços", disse à agência Bloomberg o consultor de mercado Julio Sera, da FCStone. 

Os danos causados pela falta de chuvas no Brasil ocasionaram não somente uma quebra da safra deste ano, como comprometeu ainda a produção seguinte. De acordo com o agrônomo e diretor do Sincal, Armando Matielli, o atual déficit hídrico pode comprometer a produtividade da safra 2015/16. Os cafezais debilitados, segundo explica Matielli, precisariam de até 700 mm de água antes da florada para recuperar seu sistema radicular e garantir o pegamento da safra. 

No link abaixo, veja a entrevista de Armando Matielli na íntegra:

>> Armando Matielli - Diretor do Sincal

Tags:
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário