Café: Volcafe estima quebra de 18% na safra 14/15 de arábica, mercado dispara

Publicado em 22/04/2014 12:05 1479 exibições

A Volcafe, divisão de café da trading de commodities ED&F Man, reduziu sua estimativa para a safra brasileira de café 2014/15 da variedade arábica em 18%, passando sua projeção de 34,6 milhões para 28,4 milhões de sacas. 

A empresa afirma que a correção feita para baixo é reflexo do calor e da seca que atingiram os cafezais em importantes áreas de produção do Brasil, que atingiram as plantas no estágio de desenvolvimento e enchimento dos grãos. 

A estimativa para a safra da variedade robusta do Brasil foi revista para cima, passando de 16,1 milhões para 17,1 milhões de sacas, por conta, de acordo com a Volcafe, de um aumento esperado para a produtividade. 

Por conta desses problemas enfrentados com o clima, a empresa estima um déficit de 11 milhões de sacas no mercado de café durante a temporada 2014/15. Esse déficit chega ao mercado após quatro anos em que o quadro de oferta e demanda vinha registrando ou um equilíbrio ou um superávit, acumulado em 17 milhões de sacas entre as safras 2010/11 e 2013/14. Além disso, as adversidades climáticas, também segundo a Volcafe, também causarão uma quebra no ciclo 2015/16. 

Gráficos - Volcafe

Café: mercado volta a subir forte em NY e se consolida acima dos US$2,00

O café arábica negociado na Bolsa de Nova Iorque registra altas neste momento na sessão desta terça-feira (22). Por volta das 10h40 (Brasília) os contratos com vencimento em julho/2014 operavam a 211,00 centavos de dólar por libra-peso,acréscimo de 1180 pontos em relação ao fechamento anterior. Setembro/2014 operava a 213,75 centavos de dólar por libra-peso, valorização de 1250 pontos e Dezembro/2014 subia 1210 pontos cotado a 215,90 centavos de dólar por libra peso. Na sessão de ontem, o mercado caiu mais de 2%, realizando lucros após a forte valorização da quinta-feira, quando subiu 8%.

Na sessão desta terça-feira(22) o mercado se mantém bastante volátil e à espera de mais informações concretas sobre a safra brasileira depois das perdas causadas pela severa estiagem que castigou os cafezais no início desse ano. De acordo com analistas, é essa espera que faz com que o mercado se comporte de forma tão volátil nesse momento. Só com idéia da volatilidade, o vencimento julho/2014 teve uma variação de quase 1700 pontos entre as cotações mais altas e as mínimas do pregão, isso até 10h30 (Brasília), oscilação que pode aumentar ainda mais até o final da sessão. Quando atingiu seu pico, registrou o maior patamar desde fevereiro de 2012.

Tags:
Fonte:
Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Carlos Alberto de C. Costa Muqui - ES

    Realmente a colheita do robusta no norte do ES deverá ter um aumento significativo e também em Rondônia , mas já no sul capixaba, apesar de ser um pequeno produtor, a quebra será bem grande. Então eu não sei aonde a Volcafe achou essa produção de 17 milhões de sacas para o robusta.

    0