Café: NY perde mais de 400 pontos com aumento de vendas no mercado

Publicado em 21/05/2014 18:22 e atualizado em 21/05/2014 19:43 688 exibições

O café arábica teve mais um dia de fortes quedas na Bolsa de Nova Iorque (Ice Futures US) nesta quarta-feira (21). Os contratos para entrega mais próxima perderam entre 425 e 430 pontos e ficaram abaixo dos 190 centavos de dólar por libra-peso. 

O contrato para entrega em julho fechou em 181,40 centavos e queda de 430 pontos. O vencimento setembro perdeu 425 pontos e fechou em 183,70 cents / libra-peso. O dezembro também teve queda de 425 pontos e fechou valendo 186,95 centavos de dólar / libra-peso. 

O analista da consultoria Safras & Mercado Gil Barabach afirma que o mercado está com mais vendedores, não apenas do Brasil. “O avanço da colheita também afeta os preços, mesmo que o volume ainda seja pequeno... Os produtores não querem ficar com café velho, então estão vendendo”. 

Sobre as notícias de que a região do Sul de Minas teria ocorrências de fortes chuvas, que poderiam afetar as colheitas e estimular novas altas, Barabach explica que tudo vai depender da intensidade das chuvas. “A chuva será positiva para o desenvolvimento da safra 2015/16, mas ela se vier em excesso, poderá prejudicar as colheitas”.

Mais previsões baixistas do USDA
Além do aumento das vendas, novas informações do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) apontam para um aumento entre 10% a 15% nas safras de países como Colômbia, Peru e El Salvador. O Departamento não cita, por outro lado, as quebras que podem ser causadas pela alta incidência da ferrugem do café na América Central.    

Aceleramento de compras   
Gil Barabach informou também que os estoques de café verde dos Estados Unidos cresceram no último mês e estão nos maiores níveis desde setembro de 2013. A notícia pode ser aparentemente baixista, porém, ela indica um aumento nas compras para abastecer os estoques. “Os importadores estão acelerando suas compras porque estão com medo de faltar café no mercado”, diz Barabach.  

O café arábica também teve recuos no mercado físico. O café bebida dura, tipo 6, caiu 2,56% em Guaxupé-MG. onde a saca de 60 kg é negociada a R$ 418,00. Em Maringá-PR, a saca é vendida a R$ 380,00, depois de perder 2,56%.                

Tags:
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário