Café: NY tem mais um dia de baixa com aumento da produção colombiana

Publicado em 08/09/2014 17:37 399 exibições

Nesta segunda-feira (8), a Bolsa de Nova York (ICE Futures US) para o café arábica encerrou suas operações em mais um dia de queda considerável influenciada pela indefinição da safra no Brasil e aumento da produção colombiana. O vencimento dezembro/14 encerrou a sessão com 194,45 centavos de dólar por libra peso, o março/15 registrou 198,50 cents/lb, ambos com queda de 360 pontos. Os contratos com entrega mais distante permaneceram acima dos US$ 2 por libra peso, o maio/15 anotou 200,75 cents/lb com 350 pontos de baixa e o julho/15 finalizou com queda de 330 pontos, com 202,30 cents/lb.

De acordo com o analista de mercado da Safras & Mercado, NY deu sequência ao movimento de queda iniciado na semana passada influenciado pelo clima e indefinição na safra. “Depois da alta, quando o mercado chegou perto dos US$ 2 por libra peso, ele vem corrigindo, um fator que ajudou a acelerar esse processo foi os números da Volcafe com relação a safra brasileira”, diz. Para o analista, o mercado deve manter a tendência de volatilidade com foco no clima.

Ainda de acordo com Barabach, outro fator que influenciou a Bolsa foi o aumento da produção de café na Colômbia para 12 milhões de sacas de 60kg, segundo a Federação Nacional de Cafeicultores da Colômbia. Diferente do Brasil, o país teve clima favorável e pela baixa incidência de doenças, como ferrugem e broca. No ano passado, o país teve colheita de 10,9 de milhões de sacas.

 

Veja as cotações completas de café nesta segunda-feira (8). 
Tags:
Por:
Jhonatas Simião
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário