Café: Cotações do arábica voltam a ficar abaixo de US$ 1,25/lb na Bolsa de Nova York nesta 3ª

Publicado em 24/05/2016 13:30
97 exibições

Após iniciarem o dia em alta, as cotações futuras do café arábica na Bolsa de Nova York (ICE Futures US) operam praticamente estáveis nesta tarde de terça-feira (24). O mercado busca direcionamento acompanhando o financeiro, indicadores técnicos e informações sobre o avanço da colheita da safra 2016/17 no Brasil. Com essa nova baixa, os vencimentos mais próximos voltam a ficar abaixo de US$ 1,25 por libra-peso.

Às 12h56, o contrato julho/16 anotava 121,85 cents/lb com queda de 30 pontos, o setembro/16 registrava 123,85 cents/lb com baixa de 25 pontos. Já o vencimento dezembro/16 operava com 126,65 cents/lb e 25 pontos de desvalorização, enquanto o março/17 tinha 129,45 cents/lb com 10 pontos negativos.

O mercado iniciou o pregão desta terça-feira em alta com recompras de fundos sendo registradas, após a baixa de mais de 250 pontos na véspera. O anúncio das novas medidas econômicas do presidente interino, Michel Temer, foi visto pelos investidores com certo otimismo e impactou o câmbio.

Às 12h30, a moeda norte-americana caía 0,82%, a R$ 3,553 na venda. Com o dólar mais baixo em relação ao real, as exportações da commodity brasileira tendem a perder competitividade, em compensação, os preços externos sobem.

Porém, ainda existem fatores fundamentais e técnicos que impedem que as cotações na ICE de testarem patamares mais altos, segundo agências internacionais de notícias, como o avanço da colheita no Brasil e a fraqueza técnica do mercado. Após os vencimentos mais distantes alcançarem nos últimos dias a casa de US$ 1,35/lb, eles parecem ter encontrado sustentação em cerca de US$ 1,25/lb.

Segundo levantamento divulgado na última quinta-feira (19) pela Safras & Mercado, a colheita do Brasil está em 10% do total esperado, ou seja, 5,63 milhões de sacas de 60 kg. A consultoria estima a produção de café nesta temporada em 56,4 milhões de sacas.

A Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) divulgou nesta terça-feira (24) que a produção brasileira de café arábica e conilon em 2016 deve ser de 49,67 milhões de sacas de 60 quilos do produto beneficiado, com um aumento de 14,9% em relação às 43,24 milhões de sacas alcançadas em 2015. A estimativa faz parte do 2º Levantamento da Safra 2016 de café da Companhia.

» Clique e veja as cotações completas de café

Tags:
Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário