Escassez de chuvas no Quênia coloca em risco produção de café

Publicado em 05/01/2017 10:07
90 exibições

(Bloomberg) -- O início tardio da segunda estação chuvosa no Quênia atrasou a floração dos cafezais e a seca subsequente irá afetar o tamanho e a qualidade da safra de grãos arábica do país, alertou uma agência do governo.

O Quênia, que é o maior exportador de chá preto, já havia informado que poderia não atingir a meta de elevar a produção de chá em 25 por cento, para 500 milhões de quilos, se a escassez de chuvas verificada desde o começo de 2016 persistisse.

"Com as condições atuais, esperamos uma queda na produção de café", disse Harrison Mugo, diretor do Coffee Research Institute, em uma entrevista por telefone da capital Nairóbi. Embora o Quênia cultive muito pouco café em comparação com os produtores regionais, tais como Etiópia e Uganda, seus grãos são valorizados globalmente e frequentemente usados em blends. As exportações do país aumentaram em 15 por cento na safra encerrada em setembro de 2016, para 44.000 toneladas.

Leia a notícia na íntegra no site UOL com informações da Bloomberg

Tags:
Fonte: UOL

Nenhum comentário