Café do Moço compra lote vencedor do 1º Concurso de Cafés Especiais do Rio de Janeiro

Publicado em 17/10/2018 08:34
126 exibições
O leilão, realizado pelo SEBRAE, faz parte de um programa estadual para que o Estado volte a ser um grande produtor do grão.

Na última semana, aconteceu o Primeiro Concurso de Cafés Especiais do Rio de Janeiro, promovido pelo Sebrae e pela BSCA (Associação Brasileira de Cafés Especiais). O evento é resultado de um projeto que vem sendo desenvolvido há cinco anos com o intuito de resgatar a grande produção do grão no Estado, uma vez que já foi um dos maiores produtores do mundo.

Pensando na retomada desse cenário, o projeto foi ministrado pelo Engenheiro Agrônomo e professor titular do Departamento de Engenharia da Universidade Federal de Lavras (UFLA), Flávio Borém, e incentivou cinco produtores da região a retomar com o plantio e colheita de café, com foco agora nos especiais. No evento para lançar o projeto, Leo Moço, considerado o melhor barista do Brasil, foi um dos convidados para julgar os 10 diferentes lotes, selecionados pelo concurso e, posteriormente, ter a possibilidade de comprá-los.

Os jurados passaram dois dias provando e analisando e, ao final das avaliações, houve leilão das sacas. O Café do Moço, capitaneado por Leo Moço, adquiriu dois dos ganhadores da competição, ambos com notas altíssimas. O terceiro lugar, mais floral, e o disputado primeiro lugar, com aroma frutado. “A qualidade de ambos os grãos é indiscutível, podendo ser comparada à de qualquer café da Minas Gerais, do Espírito Santo ou da Bahia. O Rio de Janeiro deu um grande salto de qualidade. Isso me deixa muito feliz, pois nasci no Rio de Janeiro e foi lá que iniciei a minha carreira”, comenta Leo.

As sacas de café especial adquiridas durante o evento serão levadas para degustação na Semana Internacional do Café, que acontece entre os dias 7 e 9 de novembro, em Belo Horizonte (MG) e, posteriormente, vendidas no site do Café do Moço, com entrega em todo país, pelo valor de R$ 170 o pacote com 250g.

Tags:
Fonte: P+G Comunicação Integrada

Nenhum comentário