CNC: Em semana mais curta, café cai nas bolsas internacionais

Publicado em 01/11/2018 15:13
95 exibições
Movimento foi direcionado pela força do dólar e pelo aumento do saldo vendido dos fundos

Os contratos futuros do café recuaram nesta semana mais curta – feriado de Finados, amanhã, no Brasil – nos mercados internacionais, sendo pressionados por fatores técnicos, com os fundos de investimento provavelmente tendo elevado sua posição vendida, e pela força do dólar comercial, que acumulou valorização de 1,86% até ontem, quando encerrou a sessão valendo R$ 3,7227.

Na ICE Futures US, o vencimento dezembro/18 do contrato "C" recuou 845 pontos, negociado, na quinta-feira, a US$ 1,1270 por libra-peso. Na ICE Futures Europe, o vencimento janeiro/19 do café robusta fechou a US$ 1.675 por tonelada, com perdas de US$ 32.

Em relação ao clima, o tempo chuvoso vem favorecendo o desenvolvimento dos cafezais no Brasil. Segundo a Somar Meteorologia, uma frente fria avança amanhã pela costa do Sudeste e mantém a condição para ocorrência de precipitações em toda a Região. Os maiores índices estão previstos para o noroeste de São Paulo e o norte de Minas Gerais. As temperaturas devem permanecer em leve queda, principalmente nas áreas paulistas e no sul mineiro.

No mercado físico, os preços dos cafés arábica e robusta acompanharam o ritmo internacional e recuaram na semana. A queda foi menor no caso do conilon devido a um pequeno aquecimento na demanda. Para o arábica, a falta de compradores pressionou os valores. A liquidez, por sua vez, permaneceu baixa, havendo poucos vendedores ativos nas praças.

Os indicadores calculados pelo Centro de Pesquisas Avançadas em Economia Aplicada (Cepea) para ambas as variedades foram cotados a R$ 440,42 para a saca de arábica e a R$ 330,67 para a saca de robusta, com quedas de 2,8% e 1,8%, respectivamente.

Tags:
Fonte: CNC

Nenhum comentário