CNC: OIC busca parcerias para implantar Resolução 465

Publicado em 23/11/2018 14:21
95 exibições
Documento trata da sustentabilidade econômica da cafeicultura frente à crise de baixos preços.

Em reunião extraordinária do Conselho Internacional do Café, realizada no dia 14 de novembro, em Londres, foi apreciado o plano de ação da Organização Internacional do Café (OIC) para a implementação da Resolução 465, que trata da sustentabilidade econômica da cafeicultura frente à crise de preços baixos.

A Resolução se embasa em quatro eixos de trabalho:

(i)                  Sensibilização e comunicação, com foco nos consumidores, envolvendo todos os participantes do setor cafeeiro para informar a realidade econômica na cafeicultura mundial decorrente da volatilidade dos preços;

(ii)                 Mobilização de diferentes participantes da cadeia global do café (empresas, associações e organismos internacionais) para o desenvolvimento de soluções que reduzam o impacto social e econômico dos baixos preços;

(iii)                Desenvolvimento de pesquisas e estudos, em parcerias com universidades e outras organizações afins, nos temas de volatilidade dos preços do café, custos de produção regionais e gestão de risco em nível de propriedade rural, assim como para desenvolver o crescimento do consumo como ferramenta de agregação de valor nos países produtores de café; e

(iv)               Fortalecimento da promoção do consumo do café como ponto central de todos os documentos e ações da OIC.

Segundo o presidente do Conselho Nacional do Café (CNC), Silas Brasileiro, para viabilizar a maior parte dessas ações, a OIC está buscando parcerias e fontes adicionais de recursos, pois seu orçamento atual não comporta sozinho a implantação integral da Resolução 465.

Procurando soluções para a questão orçamentária, na semana passada o Conselho Internacional do Café aprovou a Resolução 466, que estabelece diretrizes para resolver o problema dos Membros cujas contribuições à Organização se encontram em atraso persistente.

“Consideramos muito positivo o plano apresentado pela OIC para a implementação da Resolução 465, da qual o CNC participou ativamente da construção. É fundamental o foco no aumento do consumo de café nos países produtores como estratégia para viabilizar o equilíbrio entre a oferta e a demanda, única maneira para alcançarmos preços remuneradores”, conclui Brasileiro.

Tags:
Fonte: CNC

1 comentário

  • Francisco Malta Cardozo Santa Lúcia - SP

    Só com a intervenção dos governos dos países produtores é que se pode neutralizar os efeitos danosos da especulação na bolsa de NY. Está na hora de se estudar medidas tributárias e creditícias para elevar as cotações internacionais do café a níveis que cubram os custos de produção e assegurem uma margem de lucro aos produtores.

    0