Grupo com 162 produtoras de café representa SP em associação internacional

Publicado em 26/11/2018 11:37
61 exibições

Bruna Malta, de 36 anos, nasceu numa fazenda de café em Franca (SP). Influenciada desde a infância pelos avós, não acreditava que teria outro destino. Além de produzir e vender cafés especiais, é uma das coordenadoras de um grupo só de mulheres que, há menos de um mês, oficializou a entrada na Aliança Internacional de Mulheres do Café (IWCA), atuante em 22 países.

A associação foi criada em 2003 por mulheres da indústria de café dos Estados Unidos e produtoras da Nicarágua. Dez anos depois, chegou ao Brasil, mas, desde então, o estado de São Paulo era o único sem representantes. Isso mudou na Semana Internacional do Café, realizada de 7 a 9 de novembro em Belo Horizonte (MG), onde Bruna e mais 161 mulheres da região da Alta Mogiana Paulista e Mineira brindaram a conquista. A bebida não poderia ser outra: cafés especiais.

Leia a notícia na íntegra no site G1

Tags:
Fonte: G1

Nenhum comentário