CNC: Farnese assume Departamento de Comercialização e Abastecimento

Publicado em 11/01/2019 15:21
85 exibições
Diretor será responsável pela manutenção, em separado, da aplicação dos recursos do Funcafé, acompanhamento e controle das aplicações dos recursos do Fundo e elaboração da proposta do orçamento anual

Conforme anunciamos no Balanço Semanal do CNC da última sexta-feira, 4 de janeiro, após a publicação da MP nº 870 e do Decreto nº 9.667, que tratam da organização básica dos Órgãos da Presidência da República e aprovam a nova estrutura regimental do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), respectivamente, fizemos a indicação do servidor de carreira Silvio Farnese para assessoramento ao secretário de Política Agrícola, Eduardo Sampaio, nos assuntos relativos ao Conselho Deliberativo da Política do Café (CDPC) e ao Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé).

Na quarta-feira, 9, obtivemos uma conquista nesse sentido, com a nomeação de Farnese, publicada no Diário Oficial da União (DOU), para exercer o cargo de Diretor do Departamento de Comercialização e Abastecimento da SPA do Mapa.

Por meio do trabalho e da indicação do CNC, o novo diretor ficará responsável, entre outras funções, por manutenção, em separado, da aplicação dos recursos do Funcafé; acompanhamento e controle das aplicações dos recursos do Fundo; e elaboração da proposta do orçamento anual, ainda com a competência de assessorar o secretário de Política Agrícola nos assuntos relativos ao CDPC.

“O diretor Farnese vem fazendo um trabalho excelente no Mapa ao longo de sua trajetória como servidor público. Desde que assumiu a área do café na Pasta, vem demonstrando muito conhecimento e mantendo as portas sempre abertas para o diálogo com o setor, o que é fundamental para que possamos ter uma boa gestão público-privada dos recursos do Funcafé, o banco da nossa cafeicultura, que tem vital importância para a atividade, em especial aos produtores, para poderem gerenciar suas safras ao longo dos 12 meses do ano e não se verem obrigados a comercializar o produto nos momentos de baixa do mercado”, destaca o presidente executivo do CNC, Silas Brasileiro.

Tags:
Fonte: CNC

Nenhum comentário