ES: Recorde, mas endividada: preço do café não cobre custos da produção de 13 milhões de sacas

Publicado em 28/01/2019 16:45
1156 exibições

A produção de café no Espírito Santo bateu o recorde em 2018, registrando uma safra de 13 milhões de sacas, 500 mil a mais do que o maior registro anterior. O fato deveria ser motivo de muita comemoração para os produtores capixabas, porém o preço de marcado do grão caiu. O preço do café conilon, cujo Espírito Santo é o maior produtor do Brasil, respondendo por mais de 63% da produção nacional em 2018, caiu cerca da 15,5%, deixando muitos produtores no prejuízo.

“Estamos diante de uma safra recorde de café, com 13 milhões de sacas: 9 milhões do café conilon e 4 milhões do café arábica. Seria a ocasião de compensarmos o prejuízo. Aí vem um preço vigente em mercado que não cobre os custos de produção. Olha que sinuca!”, afirma o presidente da Federação da Agricultura do Espírito Santo, Júlio Rocha.

Leia a notícia na íntegra no site ES Hoje

Tags:
Fonte: ES Hoje

Nenhum comentário