Café: Mercado interno tem poucos negócios com preços abaixo de R$ 400/sc

Publicado em 18/02/2019 17:40
357 exibições

LOGO nalogo

O mercado brasileiro de café arábica trabalhou na sessão desta segunda-feira (18) sem sua principal referência, a Bolsa de Nova York (ICE Futures US), fechada por conta do feriado Dia do Presidente, comemorado nos Estados Unidos.

Com o fechamento do terminal externo, os preços dfa variedade nas praças de comercialização do Brasil tiveram poucas oscilações, mas caíram em algumas cooperativas. Em algumas, inclusive, já estão abaixo de R$ 400,00 a saca do tipo 6 duro.

"Os compradores diminuíram o valor de suas ofertas levando os cafeicultores a se retraírem para aguardar preços melhores. O volume de negócios fechados foi pequeno frente às necessidades mensais de nosso consumo interno e exportação", disse o Escritório Carvalhaes.

Distantes das mesas de negociação, produtores brasileiros estão bastante atentos às condições climáticas no cinturão produtivo do país. Lavouras da safra 2019/20 ficaram quase um mês sem precipitações, o que pode afetar o desenvolvimento.

"Após as altas temperaturas e a baixa umidade registradas em janeiro, as chuvas retornam às principais regiões produtoras de café do Brasil neste início de fevereiro", disse o Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da Esalq/USP).

O café tipo cereja descascado registrou maior valor em Guaxupé (MG) com saca a R$ 430,00 – estável. A maior oscilação foi em Varginha (MG) com baixa de 2,38% e saca a R$ 410,00.

O tipo 4/5 registrou maior valor de negociação em Franca (SP) com saca a R$ 410,00 – estável. A maior oscilação no dia dentre as praças ocorreu em Varginha (MG) com queda de 2,47% e saca a R$ 395,00.

O tipo 6 duro registrou maior valor de negociação em Vitória (ES) com saca a R$ 442,00 - estável. A maior oscilação foi registrada em Varginha (MG) com queda de 2,50% e saca R$ 390,00.

Na sexta-feira (15), o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6, bebida dura para melhor, teve a saca de 60 kg cotada a R$ 405,26 e alta de 0,03%.

» Clique e veja as cotações completas do café

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário