Cerimônia marca lançamento do programa de pré-aceleração Avança Café, numa parceria entre UFLA e Embrapa Café

Publicado em 15/03/2019 13:42
54 exibições
Na ocasião, também aconteceu registro da cessão da marca Expocafé à Cocatrel

A Agência de Inovação do Café (InovaCafé) da Universidade Federal de Lavras (UFLA) foi sede, nesta quarta-feira (13/03), da consolidação de duas importantes iniciativas envolvendo o agronegócio café. Em seu espaço colaborativo e de conexão para o desenvolvimento de startups – o InovaHub – cerca de 70 pessoas participaram do lançamento oficial do programa de pré-aceleração Avança Café e do registro da cessão da marca Expocafé, de propriedade da UFLA, à Cooperativa dos Produtores de Café da Zona de Três Pontas Ltda (Cocatrel).

O primeiro ato destinou-se ao processo de cessão de marca. A maior feira nacional de transferência de tecnologia e de extensão do agronegócio café foi concebida pela UFLA, instituição executora do evento de 1998 a 2009. De 2010 a 2018, passou a contar com a coordenação da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig). Agora, a Cocatrel será responsável por sua gestão. O pró-reitor de Extensão e Cultura, João José Marques, no ato representando o reitor José Roberto Soares Scolforo, declarou que foram necessários três anos de tratativas para efetivar o intento. “Nós podemos dizer que temos cumprido a missão da UFLA de alavancar o negócio Expocafé e, agora, com o setor privado, vamos carregar essa bandeira ainda mais adiante”.

O diretor da InovaCafé, Luiz Gonzaga de Castro Júnior, reforçou que o pleito vem de longa data, sobretudo por parte da sociedade, da Prefeitura Municipal de Três Pontas e dos cafeicultores. “Foi feita uma gestão brilhante da Epamig ao longo de todos esses anos. Mas é o momento de um novo desafio e de mudar as perspectivas da feira em termos de longevidade e dinamismo, atendendo aos anseios do setor cafeeiro, sempre em consonância com todos os parceiros que integram o Conselho Gestor da feira”, pontuou.

Por sua vez, o diretor presidente da Cocatrel, Marco Valério Brito, comemorou o ato, ressaltando que a Expocafé é uma feira que dissemina conhecimentos e traz a academia e as inovações para dentro do universo da cafeicultura. “Todos ganham com a gestão da feira por parte da iniciativa privada, sobretudo o produtor. Podemos avançar ainda mais em nossos projetos, garantindo sua sucessão e perpetuando esse belo legado. Estamos muito felizes e abertos a expandir nossa atuação e parceria com a UFLA”, declarou.

Avança Café

Na sequência, teve início a solenidade de lançamento do Avança Café. O programa de pré-aceleração de startups voltado à cadeia produtiva do café é uma parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Café), por meio do Consórcio Pesquisa Café. A cerimônia foi conduzida pela equipe do InovaHub, nas pessoas do coordenador Rennan Campos, do gerente de Sensibilização e Educação Empreendedora do InovaHub, Artur Alexandre Gonçalves, e do gerente de pré-aceleração, Rodrigo Pimenta. Eles apresentaram as propostas e o formato do programa em detalhes, registrando o intuito de gerar novos negócios que trabalhem com tecnologias que impactem diretamente a cadeia produtiva do café, da lavoura até a xícara.

Na ocasião, Castro Júnior reforçou a importância da nova parceria, resultado de ida à Brasília-DF, em outubro de 2018, para manifestar a continuidade do processo de aceleração de startups no InovaHub, iniciado com uma edição do programa Lemonade. “Levamos nossa proposta, que foi ao encontro das intenções da Embrapa Café, que tinha o desejo de ampliar ainda mais essa parte de inovação. Estamos trilhando nossos primeiros passos rumo à criação de uma rede nacional de inovação e empreendedorismo voltada para o agronegócio café”, pontuou.

O chefe da Embrapa Café, Antônio Fernando Guerra, enfatizou que o maior objetivo do programa é trazer a inteligência e o dinamismo da juventude para dentro da cadeia produtiva do café. “Nós temos informações de pesquisas e tecnologias que muitas vezes demoram dez anos para chegar às vias de utilização pelos produtores. Com o Avança Café, podemos estimular a criação de inovações em tempo muito inferior, fazendo com a tecnologia chegue ao campo de forma rápida, fácil e acessível”.

O professor do Departamento de Zootecnia, Márcio Lara, também teve destaque na programação, exemplificando como o espírito empreendedor pode florescer dentro da universidade. Integrando a startup Smart Farm BR, sua equipe desenvolveu um protótipo de equipamento que mede a produção de forragem e interage, diretamente pelo celular do produtor, visando um melhor gerenciamento da fazenda.

O evento ainda contou com os representantes da Embrapa Café – o gerente geral Gabriel Bartholo e o pesquisador da Gerência Adjunta de Transferência de Tecnologia, Antônio Heberlê, da comunidade acadêmica da UFLA (docentes e discentes), da Fundação de Desenvolvimento Científico e Cultural (Fundecc), do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), da Fundação da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (Fapec), do Centro Universitário de Lavras (Unilavras), do Instituto Federal de Minas Gerais – Campus Machado (IFMachado), além de equipes das empresas Intelicoffee, Solinftec, e Sollenan Comércio e Indústria – Laktus e da startup Flowins. O lançamento para o público em geral acontecerá em breve.

O programa

O Avança Café priorizará, neste primeiro momento, projetos com base em Tecnologia da Informação (T.I). O início do processo se dará com as etapas de Sensibilização e Prospecção, sendo esta última executada através de hackathons, maratonas de desenvolvimento de software. Na sequência, ocorrerá a etapa de pré-aceleração, que terá duração de 12 semanas, cujos participantes serão selecionados após processo seletivo. As equipes passarão pelas seguintes fases: Formação de Equipe, Validação de Dor de Mercado, Mínimo Produto Viável (MVP), Pitch, Desenvolvimento de Produto, Mercado, Financeiro, Vendas, Marketing e Planejamento Estratégico.

Tags:
Fonte: InovaCafé

Nenhum comentário