Café arábica passa cair mais forte nesta 2ª na Bolsa de NY com peso da oferta após avanços recentes

Publicado em 01/04/2019 12:30
288 exibições

LOGO nalogo

Os contratos futuros do café arábica na Bolsa de Nova York (ICE Futures US) operam com queda de mais de 150 pontos nesta tarde de segunda-feira (1º). O mercado do grão volta a ficar do lado vermelho da tabela após testar reação na semana anterior.

Às 12h16 (horário de Brasília), o vencimento maio/19 operava com queda de 155 pontos, a 92,95 cents/lb e o julho/19 anotava 95,50 cents/lb com baixa de 155 pontos. O setembro/19 registrava 98,15 cents/lb com 160 pontos de desvalorização.

Depois de testar reação na semana passada com oscilações cambiais e novas informações de déficit global na safra 2019/20, o mercado do grão voltou a cair. De acordo com o site internacional Barchart, os futuros na ICE voltaram a acompanhar a oferta.

"Os estoques de café monitorados pela ICE totalizatam 2,490 milhões de sacas de 60 kg na sexta-feira com apenas -0,5% abaixo do que o registrado em 22 de março", destacou o Barchart. O site destaca que os baixos volumes de chuva limitam perdas.

Alem dos dados da oferta, a pressão no mercado também foi ampliada ao longo da sessão desta segunda-feira com fatores técnicos. As perdas foram estendidas quando o vencimento referência caiu para o patamar de 92 cents/lb.

De acordo com vice-presidente da Price Futures Group, Jack Scoville, o mercado segue atento com a safra brasileira. "O Brasil teve uma grande safra atual, mas a próxima será menor, pois é ano de bienalidade. As ideias são produção atual entre 62 ou 63 milhões de sacas para 52 milhões", disse.

No Brasil, no último fechamento, o tipo 6 duro era negociado a R$ 395,00 a saca de 60 kg em Guaxupé (MG), em Espírito Santo do Pinhal (SP) registravam R$ 380,00 e em Poços de Caldas (MG) estavam valendo R$ 388,00.

» Clique e veja as cotações completas do café

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Carlos Rodrigues -

    Adiantou muito o comunicado da OIC pedindo misericórdia aos compradores ,,, a única solução é deixar apodrecer o café nas árvores,, talvez ainda consiga salvar alguma coisa...

    1