Preços do café arábica em NY atingem patamares abaixo dos custos de produção do Brasil

Publicado em 08/04/2019 15:29 e atualizado em 08/04/2019 16:21
270 exibições

As últimas baixas no mercado do café arábica na Bolsa de Nova York (ICE Futures US) fizeram com que os preços ficassem abaixo dos custos de produção do Brasil, que é o maior produtor e exportador do grão. As informações são da Dow Jones Newswires.

Na sexta-feira (08), o vencimento maio/19 encerrou a sessão em baixa, cotado a 93,20 cents/lb, mas o mercado acumula perdas de quase 14% nos últimos dois meses acompanhando as informações de ampla oferta global e câmbio. O arábica recua gradativamente desde 2014.

Com o café no patamar de 93 cents/lb, os futuros operam abaixo dos custos de produção, que estão na casa de 95 cents/lb, segundo a OIC (Organização Internacional do Café). Esses são os níveis mais baixos de 2005, quando atingiram 86 cents/lb.

Para outras origens, o problema é ainda pior, já que muitos desses países fazem acordos de comércio justo, que estabelecem preço mínimo de 140,00 cents/lb. Esses acordos estabelecem que compradores paguem o mínimo previsto, mas em caso de excesso de oferta são complicadas as negociações.

"Quase todos os produtores estão sofrendo com os níveis atuais", disse para a agência o diretor executivo da Federação Colombiana de Produtores de Café, ou FNC.

* Com informações da Dow Jones Newswires

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário