Café arábica cai forte nesta tarde de 5ª feira na Bolsa de Nova York acompanhando a oferta

Publicado em 11/04/2019 13:41 e atualizado em 11/04/2019 20:59
588 exibições

LOGO nalogo

Os contratos futuros do café arábica na Bolsa de Nova York (ICE Futures US) caem mais de 400 pontos  nesta tarde de quinta-feira (11). O mercado volta a repercutir as informações de ampla oferta, mas também se ajusta ante as altas recentes.

Às 13h38 (horário de Brasília), o vencimento maio/19 tinha queda de 390 pontos, cotado a 90,35 cents/lb. O contrato julho/19 registrava 92,85 cents/lb com baixa de 390 pontos e o setembro/19 recuava 375 pontos, negociado a 95,45 cents/lb.

No Brasil, no último fechamento, o tipo 6 duro era negociado a R$ 396,00 a saca de 60 kg em Guaxupé (MG), em Espírito Santo do Pinhal (SP) registravam R$ 380,00 e em Poços de Caldas (MG) estavam valendo R$ 371,00.

» Clique e veja as cotações completas do café

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

2 comentários

  • Ivanir Matos Espera Feliz - MG

    É melhor esse café cair antes de começar a safra porque aí agente vê o que faz.. se apanha o café ou deixa cair no mato.

    0
  • Carlos Rodrigues

    Não há duvida os compradores fizeram a vontade da organização mundial do café que, na sua ultima reunião, pediu consciência de que o negocio do café caminha a largos passos para a ruína... com este nível de preços!! o preço continua a descer a pique e ninguém quer adotar uma estratégia para pelo menos conter a queda dos preços ... a bolsa de nova york hoje já não representa o equilíbrio entre a oferta e a procura mesmo que exista um superavit de café mundial estes preços não refletem a realidade , esperemos que mais bancarrota ou um eventual desastre natural ponham fim a isto pois vejo que não vai ser as organizações que representam os produtores que vão fazer esse trabalho...

    0
    • Liones Severo Porto Alegre - RS

      Alguém já fez cálculo que a cada us$ 3,00 que pagam por um cafezinho em qualquer lugar do mundo, sobra apenas us$ 0,01 (um centavo) para o produtor produzir, pagando todas as despesas até a colheita???.... Logo agora que o café ganha um refinado mercado de consumidores, com baristas preparando os mais diversos aromas e sabores em cerimoniais de degustação que se iguala à mesma adoração que existe pelo vinho. Assim não dá !

      1