Café arábica reduz ganhos, mas segue em alta nesta tarde de 3ª feira na Bolsa de Nova York

Publicado em 30/04/2019 12:00
209 exibições

LOGO nalogo

As cotações futuras do café arábica seguem em alta nesta tarde de terça-feira (30) na Bolsa de Nova York (ICE Futures US). O mercado externo do grão reverte perdas da véspera acompanhando as oscilações cambiais e informações sobre a safra brasileira.

Por volta das 12h00 (horário de Brasília), o vencimento maio/19  subia 75 pontos, cotado a 92,10 cents/lb. Já o contrato julho/19 avançava 55 pontos, a 93,20 cents/lb e o setembro/19 tinha valorização de 45 pontos, negociado 95,45 cents/lb.

Após queda de mais de 100 pontos na véspera, o mercado do arábica voltou a subir nesta terça-feira com atenção às oscilações do dólar. "A força do real em relação ao dólar hoje está alimentando a cobertura de posições vendidas nos futuros de café arábica", disse o Barchart.

Ainda de acordo com o site internacional de notícias, as oscilações cambiais impactam diretamente nas exportações. Nesta tarde, no entanto, a moeda estrangeira passou a subir. Às 11h54, o dólar avançava 0,37%, a R$ 3,957 na venda.

"Essa semana o mercado vai andar meio de lado, não temos muitas novidades, pelo menos internamente. Podemos ter alguma coisa de maior volatilidade hoje pela formação da Ptax, mas não vejo muito espaço para subir", disse para a Reuters o diretor de câmbio da Ourominas, Mauriciano Cavalcante.

Apesar de o câmbio ser um importante fator de suporte, ajustes também foram vistos e operadores seguem acompanhando a safra do Brasil, maior produtor e exportador. A colheita da temporada 2019/20 já começou em todas as regiões produtoras de arábica e conilon.

"As ideias são que a próxima safra brasileira ainda pode ser grande já que o clima tem favorecido as lavouras até o momento. No entanto, condições mais secas estão previstas para esta semana", destacou em informativo o vice-presidente da Price Futures Group, Jack Scoville.

No Brasil, no último fechamento, o tipo 6 duro era negociado a R$ 381,00 a saca de 60 kg em Guaxupé (MG) e em Poços de Caldas (MG) estavam valendo R$ 373,00.

» Clique e veja as cotações completas do café

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário