Café arábica reverte ganhos da véspera nesta tarde de 4ª feira na Bolsa de Nova York

Publicado em 22/05/2019 12:38 e atualizado em 22/05/2019 16:09
198 exibições

LOGO nalogo

As cotações futuras do café arábica operam com leve baixa nesta tarde de quarta-feira (22) na Bolsa de Nova York (ICE Futures US). O mercado realiza ajustes técnicos depois de alta na véspera acompanhando o câmbio e safra brasileira.

Por volta das 12h24 (horário de Brasília), o vencimento julho/19 tinha queda de 60 pontos, a 92,30 cents/lb. Já o setembro/19 recuava 45 pontos, a 94,70 cents/lb e o dezembro/19 tinha desvalorização de 50 pontos, a 98,15 cents/lb.

O arábica na ICE passou a cair tecnicamente desde o início dos trabalhos desta quarta-feira em ajustes técnicos. Os futuros tiveram alta de cerca de 300 pontos na véspera acompanhando a desvalorização do dólar e a safra brasileira.

Dados meteorológicos mostram que as precipitações em Minas Gerais, maior estado produtor de café do Brasil, totalizaram de 50,3 mm na semana passada ou 316% da média histórica. A previsão para os próximos dias é de tempo mais firme

Produtores relataram muitas preocupações com as chuvas."Estamos começando os trabalhos de forma manual, porque não tem como colocar as máquinas no campo", disse Sérgio Dadona, produtor de café em Coromandel (MG), que relatou não ter visto condição parecido há mais de 30 anos.

No Brasil, no último fechamento, o tipo 6 duro era negociado a R$ 385,00 a saca de 60 kg em Guaxupé (MG) e em Poços de Caldas (MG) estavam valendo R$ 380,00.

» Clique e veja as cotações completas do café

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícia Agrícolas

1 comentário

  • Carlos Rodrigues

    Só mesmo uma geada para salvar o café da desgraça...

    0
    • vander cesar bueno curitiba - PR

      Boa noite sr,Carlos.... o caminho não é este ... pense comigo, já pensou se o preço a R$ 480,00 (não é o meu caso, talvez nem o teu) mas muitos ganancioso que tem cem mil pés vão plantar mais cem mil, fora os aventureiro que acham que nós ganhamos muito, e vão plantar também..., aí, quando vem a crise, nós permanecemos na atividade, porque somos do ramo, e eles quebram e saem fora e perdem muito dinheiro..., não sabem do risco que estão correndo.. ,matemática e teoria é uma coisa, prática é outra .

      0