CNC: Cafeicultura se despede de Antônio José Ernesto Coelho, o Toninho

Publicado em 13/06/2019 14:10
154 exibições

É com grande pesar que recebemos, esta semana, a notícia do falecimento de Antônio José Ernesto Coelho, homem de extrema dedicação à cafeicultura e que sempre proporcionou momentos agradáveis e generosos.

Toninho, como era carinhosamente conhecido, foi visionário e um persistente incentivador da renovação dos cafezais no Brasil por variedades melhoradas, fazendo com que o País desse um salto qualitativo e quantitativo, consolidando-se na liderança mundial.

Resta-nos um legado de extensa lista de préstimos à política cafeeira nacional, em especial no seu período de gestão da agência regional do antigo Instituto Brasileiro do Café (IBC) e em suas passagens pelos Ministérios da Fazenda e da Agricultura.

Detentor de honestidade ímpar, Toninho também sempre foi ferrenho defensor do Conselho Nacional do Café (CNC) e de sua relevância para a condução da cafeicultura nacional voltadas à defesa dos interesses dos produtores.

Ainda nesta semana, também fomos surpreendidos pela perda de uma importante liderança cooperativista no Brasil, Manoel Carlos de Azevedo Ortolan, presidente da Copercana e da Canaoeste, que deixa um legado de muitas realizações ao país, principalmente no que se refere ao cooperativismo e ao setor sucroenergético.

Nesse momento de tristeza e pesar, externamos, em nome de todo o CNC, os mais sinceros sentimentos a familiares e amigos, com desejo de que Deus os conforte e conceda paz.

Silas Brasileiro
Presidente do CNC

Tags:
Fonte: CNC

0 comentário