Em abril, volume embarcado é menor, mas país mantém receita na exportação, divulga o Cecafé

Publicado em 06/05/2010 16:20 289 exibições

As exportações brasileiras de café no mês de abril alcançaram um volume de 2.254.483 sacas, para uma receita de US$ 354,8 milhões. O mês apresenta variação negativa de 9,7% no volume em relação a 2009 (2.497.107). Na receita, entretanto, a variação foi positiva em 8,3%, em comparação com o mesmo mês no ano passado (foram US$ 327.5 milhões em 2009).

O balanço foi divulgado hoje pelo Conselho de Exportadores de Café do Brasil (Cecafé). O diretor-geral da entidade, Guilherme Braga, salienta que o bom resultado da receita em abril “deve-se à recuperação dos preços internacionais”.

O balanço do Cecafé mostra ainda que na participação percentual por qualidade, o arábica mantém participação principal, de 87%, enquanto o solúvel subiu dois pontos em relação ao mês passado (de 10% para 12%) e o robusta manteve 1% de participação.

No acumulado dos últimos doze meses, o país comercializou 29.938.979 sacas de café, correspondentes a uma receita de US$ 4,5 bilhões.

Os maiores compradores do produto nacional continuam sendo a Alemanha, com 1.877.079 sacas (contra 1.914.225 no mesmo período do ano passado,  uma queda de 1,94%); Estados Unidos, com 1.747.948 sacas (contra 1.672.089 em 2009, aumento de 4,54%); Itália, com 903.968 (queda de 15,44% em relação a 2009, quando comprou 1.068.976 sacas); e Japão, com 679.373 sacas (queda de 19,73% em relação a 2009, quando importou 846.349 sacas).

Os principais portos de embarque foram Santos, com uma participação de 76,8% no volume embarcado (7.414.249 sacas), Vitória, com 10,9% (1.049.572 sacas), e o Rio de Janeiro, com 9,5% (918.562).

 

Tags:
Fonte:
Cecafé

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário