Rondônia pede que seu café tenha preços mínimos garantidos pelo governo

Publicado em 27/05/2010 07:44 663 exibições
O senador Valdir Raupp (PMDB-RO) pediu ao Ministério da Agricultura e à Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) que o café produzido em Rondônia seja incluído na política de garantia de preços mínimos do governo federal. Em seu pronunciamento nesta quarta-feira (26), o senador disse que os cafeicultores de seu estado estão passando por grandes dificuldades e que merecem tal incentivo.

De acordo com o parlamentar, Rondônia é o segundo maior produtor do café tipo conilon no Brasil, atividade que no estado gera 40 mil empregos e produz um faturamento de R$ 250 milhões. Apesar disso, muitos agricultores estariam trabalhando com margens de lucro mínimas, ou mesmo vendendo sua produção com prejuízo. Segundo Valdir Raupp, os produtores recebem R$ 1,58 por quilo de café produzido, ou R$ 95 por saca de 60 quilos.

- Não podemos admitir uma situação em que o cafeicultor paga para produzir e não recebe nem o mínimo para cobrir os custos de produção - disse.
Raupp disse que os agricultores em todo o país enfrentam dificuldades como a concorrência com os produtores de países desenvolvidos - que contam com subsídios oficiais em seus países -, as intempéries e os juros dos financiamentos. Segundo ele, se o setor agrícola não for mais valorizado, "o Brasil não conseguirá se incluir entre as nações mais ricas".

Tags:
Fonte:
Agência Senado

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário