Café: Cotações internacionais recuam 5% em dois dias

Publicado em 21/07/2010 07:32 232 exibições

Depois de atingir no fim de junho o maior patamar em 12 anos, os preços do café na bolsa de Nova York já recuaram 6,1% em apenas 15 dias. Ontem, os contratos com vencimento setembro terminaram o pregão cotados a US$ 1,5855 por libra-peso, baixa de 525 pontos e a segunda queda consecutiva na semana. Com o resultado de ontem, os preços já acumulam desvalorização de 5% apenas nesta semana.

A queda é atribuída a um movimento técnico do mercado, depois de os preços terem subido muito no fim do mês passado. Com isso, muitos investidores estariam agora vendendo o que compraram para realizar os lucros da operação. Além do fator especulativo, analistas lembram que sem problemas climáticos no Brasil, a colheita no maior país produtor do mundo avança rapidamente, o que tem elevado a disponibilidade do café no mercado internacional.

No mercado doméstico, em apenas dois dias os preços já recuaram 5,6%. O indicador Cepea/Esalq terminou a terça-feira valendo R$ 290,57 por saca. Esse é o menor preço desde meados de maio e um sinal que o mercado voltou ao patamar anterior ao da valorização de junho.

Tags:
Fonte:
Valor Econômico

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário