Café encerra a quinta-feira em terreno positivo na Bolsa de Nova York

Publicado em 15/10/2010 07:30
278 exibições
O ministro da Agricultura brasileiro, Wagner Rossi, afirmou ontem em entrevista à Bloomberg que a bolsa de Nova York poderá bater o martelo hoje em relação à proposta brasileira de alteração dos contratos de benchmark, de forma que se possa negociar o grão brasileiro naquele mercado. Hoje, apenas a Colômbia e países da América Central representam latino-americanos na bolsa nova-iorquina. A modificação, segundo Rossi, elevaria bastante as exportações do país, o maior produtor mundial de café. Ontem, os contratos com entrega em março do ano que vem encerraram com alta de 165 pontos, para US$ 1,8940 por libra-peso. No mercado doméstico, o indicador Cepea/Esalq para a saca de 60 quilos ficou em R$ 324,01, com alta diária de 0,66%. No mês, a alta é de 1,63%.
Tags:
Fonte: Valor Econômico

Nenhum comentário