Café: Peru poderia ter maior fatia do mercado mundial

Publicado em 22/10/2010 10:22
376 exibições
O mexicano Albert Scalla, especialista internacional em mercados de café, disse que o Peru poderia cobrir o mercado mundial desse produto que está sendo gerado como consequência do aumento de seu consumo em diferentes países.

"Eu acho que o Peru poderia ter uma capacidade muito importante de entrar e tomar esse mercado que está sendo gerado pelo aumento do consumo dentro dos cinco ou seis próximos anos", disse o especialista durante sua participação na Oitava Reunião Internacional "Hablemos de Café" (Falemos de Café), realizada na cidade de Tarapoto, região San Martin, no Peru, de 14 a 17 de outubro.

Ele disse que há 19 anos havia muita produção e o consumo era muito lento, mas agora essa realidade se reverteu e se requerem 135 milhões de sacas anuais para suprir o crescimento do consumo que está em 1,8% anual.

Scalla disse que dentro de uns três ou cinco anos, serão necessárias 150 milhões de sacas de café para cobrir o mercado, o que dará um bom suporte aos preços. Nesse sentido, recomendou aos cafeicultores peruanos que se unam às cooperativas e trabalhem em cadeia, buscando reduzir a especulação e fazendo uso dos sistemas de proteção, como as bolsas de valores.

Ele disse também que os cafeicultores devem seguir trabalhando para manter a qualidade dos cafés, já que os consumidores, desde que provaram os cafés gourmet, são cada vez mais exigentes com a qualidade desse produto.

Scalla disse que os produtores peruanos não devem se preocupar muito com uma queda abrupta dos preços, porque agora existem os seguros que evitam essas quedas e, se ocorrem aumentos dos preços, também permitem participar desses melhores preços.
Tags:
Fonte: Inforegion.pe

Nenhum comentário