Café nacional terá a mesma qualidade do exportado

Publicado em 22/02/2011 09:26 411 exibições
Ministério da Agricultura estabeleceu mudança, válida a partir desta terça-feira
O Ministério da Agricultura estabeleceu novas regras para monitorar a qualidade do café. O produto vai ser fiscalizado também depois de torrado e moído. Até então, somente os grãos passavam pela classificação. Com a mudança, o governo federal quer definir um novo padrão de qualidade para o consumidor. Agora, o grão de impureza não poderá ultrapassar 1% do peso final do produto, como já ocorre no produto exportado.

A alteração foi determinada pela instrução normativa 16, que já está em vigor. Para fazer valer a norma, falta a formação de novos profissionais para o serviço de fiscalização, que será feito através da coleta e análise de grãos nos pontos de venda. Novos cursos serão oferecidos para que isso aconteça o mais rápido possível. A Ufla (Universidade Federal de Lavras) é uma das instituições que oferecem laboratórios aptos à capacitação dos fiscais.

O Brasil é o maior produtor da café do mundo e exporta para países como Alemanha, Itália e Japão. Dentro do país, o consumo médio é de 4,3 quilos de café torrado e moído por habitante ao ano.

O especialista Alselmo Magno de Paula lembra que o respeito ao consumidor vai muito além de uma questão de gosto.

"A gente não pode esquecer que o café é um alimento. Um café de qualidade superior traz mais nutrientes que um café de baixa qualidade".

Tags:
Fonte:
EPTV

0 comentário