Atrasada, colheita de café robusta crescerá; a de arábica começa

Publicado em 06/05/2011 17:28 570 exibições
A colheita de café robusta no Brasil, que deverá representar cerca de 25% da produção total do País em 2011/12, está atrasada no Espírito Santo, Estado que responde por dois terços da totalidade dessa variedade.

O tempo chuvoso atrasou a maturação do café capixaba, que tradicionalmente chega ao mercado antes do de outros Estados. Mas o clima, que ajudou anteriormente no desenvolvimento do grão, não é visto como um grande problema até agora nesta temporada, segundo representantes do setor produtivo.

Do lado do arábica, que responde pela maior parte da safra do maior produtor global, a colheita está ainda incipiente, como é normal para esta época, e as expectativas são boas, acrescentaram integrantes de cooperativas.

"Está um pouco atrasada (a colheita do robusta) devido ao período de chuva que tivemos em março e abril... Estamos de 15 a 20 dias atrasados na colheita, eu acredito", afirmou o gerente de Armazém e de Logística da Cooabriel (Cooperativa Agrária dos Cafeicultores de São Gabriel da Palha-ES), Edimilson Calegari.

A entidade, que trabalha quase que exclusivamente com o robusta, também chamado de conilon, tem cooperados em uma área que colhe 4 milhões de sacas de 60 kg. A safra de todo o Espírito Santo desta variedade é estimada em até 7,8 milhões de sacas, contra 7,3 milhões na temporada passada.

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) deve atualizar os seus números de safra no próximo dia 10. Segundo Calegari, a colheita na região da Cooabriel atingiu somente 10% do total esperado até o momento, contra 20% a 30% na mesma época do ano passado. Mas para o produtor esse atraso não deve ser um problema, avaliou o gerente, ao contrário.

"Não vai atrapalhar o atraso, talvez até melhore o preço...", disse ele, destacando que as chuvas anteriormente elevaram o peso do grão, o que deve resultar em uma colheita maior.

"A safra vai ser boa devido ao período de chuva, o café granou bem, está dando bom peso... e a qualidade também está boa", disse ele, lembrando que no ano passado a colheita da região sofreu com o tempo seco no período de desenvolvimento do grão.

Arábica
A colheita de café arábica do Brasil, bastante aguardada em meio a preços altos no mercado, apenas começou nas regiões mais baixas e quentes, e ainda está apenas em seu início, de acordo com produtores.

"Está muito incipiente, deve iniciar a maior parte mesmo a partir do final do mês", disse o agrônomo Joaquim Goulart de Andrade, gerente de Desenvolvimento Técnico da Cooxupé, a maior cooperativa de café do mundo, no sul de Minas Gerais.

Ele avalia que essa situação é geral para as áreas de café do Sul de Minas. "Café de altitude, começa em junho mesmo. Só essas regiões mais baixas têm a possibilidade de ter alguma colheita", acrescentou.

Andrade disse que o tempo tem favorecido a safra, após chuvas fortes. "O que a gente torce é para que o tempo siga favorável para a colheita, sem chuva, aí você tem qualidade".

"Estamos querendo que seja um ano sem muita chuva, para poder ter condição de ter um café de boa qualidade, o que na safra anterior não aconteceu", completou o presidente do Conselho Nacional do Café (CNC), Gilson Ximenes, que representa o setor produtivo no país.

A safra de arábica do Brasil está estimada pela Conab em até 33,1 milhões de sacas, contra 36,8 milhões na temporada passada.

Tags:
Fonte:
Reuters

0 comentário