No Valor: Café fica mais caro na BM&F que em NY

Publicado em 17/10/2011 09:17 373 exibições
A combinação entre oferta escassa, demanda elevada e problemas de liquidez na BM&FBovespa levaram o mercado futuro de café a uma situação inédita nas últimas semanas. Pela primeira vez, afirmam participantes do mercado, a commodity negociada em São Paulo está mais cara do que na bolsa de Nova York em um período de safra no Brasil.

Ao longo de 2011, inclusive durante o pico da entressafra, quando a oferta é escassa, os contratos futuros na bolsa brasileira operaram sistematicamente em níveis inferiores aos nova-iorquinos, que servem de referência para a formação dos preços em todo o mundo. O "desconto" em relação a Nova York é considerado o padrão nesse mercado - entre outras razões, devido às diferenças de especificação do produto.

Veja a notícia na íntegra no site do Valor Econômico

Tags:
Fonte:
Valor Econômico

0 comentário