Rússia: Lula quer cota maior na venda de carne ao país europeu

Publicado em 14/05/2010 08:08 242 exibições
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva reforçará em sua visita à Rússia um pedido para que o Brasil obtenha uma cota individual para a exportação de carnes, afirmou na quinta-feira o chefe do Departamento de Promoção Comercial do Ministério das Relações Exteriores, Norton Rapesta.

Os Estados Unidos e a União Europeia têm cotas específicas para a exportação de carnes - bovina, suína e de frangos - à Rússia, enquanto o Brasil está incluído na categoria "outros países". Na prática, portanto, o Brasil enfrenta maior concorrência e tem espaço mais limitado para seus produtos no mercado russo.

Lula se reunirá na sexta-feira com o presidente Dmitry Medvedev e o primeiro-ministro Vladimir Putin. "Ele falará certamente sobre isso com o Medvedev", disse Rapesta a jornalistas. "Queremos uma cota só nossa. Somos os maiores fornecedores."

Outra iniciativa do Brasil com o objetivo de destravar esse tema foi o envio de um adido agrícola para se instalar na Rússia. Lula iniciou um giro internacional pela Rússia, de onde seguirá para o Catar, Irã, Espanha e Portugal. Na Rússia, o Brasil aproveitará um almoço para mostrar aos russos alimentos e bebidas nacionais.

"Vamos repetir cada vez mais esses almoços, que são oportunidades para a gente divulgar os produtos brasileiros", comentou o diplomata.

Em setembro, o governo organizará uma missão comercial à Rússia para tentar impulsionar o comércio de mercadorias de maior valor agregado.

Tags:
Fonte:
Reuters

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário