Carne: Índia assume terceiro lugar na exportação

Publicado em 29/09/2010 09:02
892 exibições
A Índia já é o terceiro maior país exportador de carne do mundo. Em 2009, foram 700 mil toneladas, atrás do Brasil e dos Estados Unidos, com 1,2 milhão de toneladas e 848 mil toneladas, respectivamente. O detalhe é que o país asiático - onde a vaca é sagrada para os religiosos - exporta carne de búfalo. As vendas têm aumentado nos últimos anos e continuará a avançar, de acordo com Rashid Kadimi, diretor-presidente do Allana Group e da All India Meat and Livestock Exporters Association.

Para este ano, a previsão é de que os indianos exportem um volume 50 mil toneladas maior. "Nos próximos dois anos, o crescimento não será grande, mas para 2020 esperamos avançar para 2 milhões de toneladas", afirmou Kadimi, que participou ontem do 18º Congresso Mundial da Carne, em Buenos Aires.

Os principais mercados para a carne de búfalo indiana são o norte da África, Oriente Médio e Ásia, segundo ele. De acordo com Kadimi, a Índia tem ampliado as negociações com países islâmicos por conta do abate halal, que respeita os preceitos religiosos muçulmanos. A expectativa é de aumento da demanda em regiões como Egito, Argélia e Arábia Saudita, disse ele.

A exportação de carne de búfalo, que começou há cerca de 40 anos, é um negócio importante para a economia indiana e movimenta US$ 2 bilhões por ano. No ano passado, a produção totalizou 2,9 milhões de toneladas. De acordo com o CEO da Allana Group, a partir do búfalo abatido para exportação, é feita também a produção de couro, que também pode ser vendido ao exterior.

Também há produção de carne bovina na India, mas a exportação do produto é proibida pelo governo federal. Dos 28 Estados do país, apenas três têm produção. "É permitida a produção de carne para consumo local", explicou. No país, o consumo de carne é de apenas 1,8 quilo per capita por ano.
Tags:
Fonte: Valor Econômico

Nenhum comentário