Brasileiro está entre os cinco maiores consumidores mundiais de carnes

Publicado em 27/10/2010 09:00
439 exibições
Dados do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) com previsões para 2010 indicam que os brasileiros se encontram entre os cinco maiores consumidores mundiais de carnes. A informação se refere ao consumo per capita anual, que neste ano, no Brasil, deve ficar em 91,3 kg. Desse total, 40,1 kg serão de carne de frango (44%), 37,3 kg de carne bovina (41%) e 13,9 kg (projeção feita no Brasil pela CONAB) de carne suína (15% do total).

Pelos números do USDA, o maior consumo mundial per capita de carnes (140,2 kg) está em Hong Kong. Mas, sem dúvida, esse é apenas um consumo aparente pois leva em conta, somente, a disponibilidade total de carnes (produção interna + importações) e a população daquele território especial chinês. Ou seja: desconsidera o fato de que grande parte das importações efetuadas por Hong Kong é reexportada para a China Continental.

O mais lógico, portanto, é aceitar que o consumo per capita de Hong Kong não é tão elevado quanto apontam os números, da mesma forma que o consumo da China se encontra bem acima do que vem sendo levantado.

Ressalve-se, aqui, que os países finais da lista estão em posição inferior à apontada pelo quadro estão presentes na relação apenas para comparação com outros países. Dessa forma, por exemplo, o Japão não é o 13º maior consumidor de carnes, porquanto há outros países com consumo maior.

A propósito, o USDA relaciona países do Oriente Médio cujo consumo per capita de carne de frango está muito acima do recorde de 43,3 kg dos EUA. É o caso de Kuwait e Emirados Árabes Unidos, cujos per capita são estimados em 66,3 kg e 62,5 kg, respectivamente, e que, portanto, se colocam numa posição similar à do México.

Notar, nesses dois casos, que o alto consumo da carne de frango é conseqüente de restrições de ordem religiosa. Mas também aqui é interessante observar que os dois países são reexportadores do produto. Dessa forma, o consumo per capital local também deve ser inferior.
Tags:
Fonte: AviSite

Nenhum comentário