Exportações de carne bovina matogrosense crescem 18%

Publicado em 19/01/2011 12:15 332 exibições

Mato Grosso exportou 219,8 mil toneladas de carne bovina em 2010. O volume representa crescimento de 18% sobre o que foi embarcado no ano anterior, quando somou 185,6 mil toneladas. Em cada trimestre, a recuperação das vendas externas estaduais era visível diante aos números registrados no ano anterior, conforme acompanhamento feito pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

Os índices de 2010 chegaram, em alguns meses, a superar o desempenho dos embarques realizados em 2008, período antes da crise mundial, e que provocou uma queda nas vendas a outros países. Os dados do Imea mostram crescimento gradual nos embarques. Nos primeiros 3 meses de 2010 foram exportados 47,2 mil toneladas de carne, enquanto que em 2009 foram 35 mil toneladas.

As exportações do segundo trimestre de 2010 foram as maiores observadas nos últimos 2 anos, totalizando 62,1 mil toneladas de carnes, considerando que em 2009 foram 55,7 mil toneladas e em 2008 totalizaram 59,1 mil toneladas. O desempenho de junho a agosto também foi satisfatório no ano passado, com 65,1 mil toneladas, volume bem acima das 47,1 mil toneladas registradas no mesmo período de 2009; e semelhante ao desempenho de 2008, de 66,3 mil toneladas.

O câmbio desfavorável reduziu os embarques no último trimestre de 2010, alcançando 45,4 mil toneladas. Em 2009 foram exportadas 47, 8 mil toneladas, sendo superior ainda aos embarques de 2008, sendo de 40,9 mil toneladas. A predominância dos resultados positivos indicam que 2011 seguirá o mesmo ritmo das exportações mato-grossenses, analisa o superintendente do Imea, Otávio Celidônio.

Segundo ele, os resultados observados em 2010 já eram aguardados pelo setor. "Em função da crise que se alastrou no final de 2008 e a recuperação do mercado em 2009, apontavam a tendência de recuperação em 2010". Sobre os mercados, ele ressalta que a diversificação dos compradores influencia positivamente no cenário. "Temos ainda que explorar outros países, como a China, por exemplo". De acordo com Celidônio, os países do Oriente Médio se destacaram como os melhores compradores da carne bovina mato-grossense em 2010.

Para o superintendente da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Luciano Vacari, com o mercado interno em alta e o equilíbrio das exportações, o Estado ainda irá comemorar bons índices neste ano. "Isso se o câmbio se manter desfavorável".

Conforme os dados do Imea, as exportações de carne produzida em Mato Grosso representaram 22% dos embarques totais do país. Em 2009, a representatividade do Estado era de 20%, ante aos 25% de participação registrado em 2008.

Tags:
Fonte:
A Gazeta

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário