FAPRI: produção brasileira de carne bovina cresce mais que a de frango

Publicado em 19/04/2011 09:31 579 exibições
Pelas previsões do Instituto de Pesquisa de Políticas Agrícolas e Alimentares (FAPRI, na sigla em inglês), dos EUA, no encerramento do primeiro quarto deste século, em 2025, o Brasil estará produzindo ao redor de 33,870 milhões de toneladas das carnes bovina, suína e de frango – um volume 35% superior aos 25,088 milhões de toneladas apontados por resultados preliminares de 2010. Mas – acredite quem quiser – a maior parte dessa expansão estará sendo sustentada pela carne bovina que, projeta o FAPRI, terá um aumento de produção nesse período de quase 53%, média de 2,86% ao ano.

Para a carne de frango a instituição de análises econômicas norte-americana prevê expansão média de apenas 1,52% ao ano. O que indica que, então, a avicultura estará produzindo cerca de 15,133 milhões de toneladas do produto, 25,3% a mais que o volume adotado como referência para 2010 – 12,078 milhões de toneladas.

A menor expansão será a da carne suína – média pouco superior a 1% ao ano, ou um incremento, até 2025, de aproximadamente 17,5%. O que elevaria a produção estimada para 2010 de 3,222 milhões de toneladas para algo em torno de 3,783 milhões de toneladas.

Isso, naturalmente, irá resultar numa mudança do mix das três carnes. Assim, enquanto a participação da carne bovina aumenta 13% (de 39% para 44%, em valores arredondados), a da carne suína recua em quase idêntica proporção, de 13% para 11%.

Já a carne de frango terá uma perda de participação da ordem de 7%, sua presença na produção total recuando de 48% para 45%. Ou seja: continuará sendo a carne de maior produção no País, mas voltando a ter no seu encalço a carne bovina, com 44% de participação.

Tags:
Fonte:
AviSite

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário