Rússia libera carnes de 37 plantas expedidas até 1º de agosto

Publicado em 27/09/2011 08:09 683 exibições
A autoridade sanitária russa (Rosselkhoznadzor) confirmou oficialmente, na sexta-feira, que autorizou a importação de produtos produzidos e expedidos de 6 julho a 1º de agosto deste ano nas 37 plantas embargadas por indicação do Ministério da Agricultura em 6 de julho. Na época, o governo tentou colocar fim ao embargo de 85 unidades de Mato Grosso, Paraná e Rio Grande do Sul. Em troca, ofereceu a lista de 37 plantas que poderiam ser consideradas com restrição temporária.

O Rosselkhoznadzor informou, em nota, que os produtos continuam sendo enviados e “os serviços veterinários oficiais brasileiros continua emitindo certificados veterinários e produtos das plantas ainda estão entrando no mercado russo”. Ainda segundo os russos, o governo brasileiro explicou que devido a alguns problemas técnicos nem as administrações das plantas nem serviços regionais de veterinária do Brasil foram informados sobre as restrições temporárias à exportação de produtos animais provenientes das plantas.

Portanto, segundo o comunicado, as restrições temporárias à exportação dessas plantas só entraram em vigor em 1 de Agosto deste ano. Considerando uma solicitação feita pelos serviços veterinários do Brasil pedindo a aprovação da exportação de produtos produzidos nas plantas antes de 1 de agosto deste ano para a Rússia, o Rosselkhoznadzor tomou a decisão de autorizar a importação de produtos produzidos e enviados de 6 de julho a 1 de agosto deste ano. “A fim de garantir a segurança dos consumidores, cada lote será sujeito a testes laboratoriais para os critérios de segurança estabelecidos pela lei russa”.

Tags:
Fonte:
Valor Online

0 comentário