Set/11: exportações sobem em receita (22%) e caem em volume (-3,5%) em relação a set/10, com crescimento em relação a ago/11

Publicado em 05/10/2011 08:08 306 exibições
No mês de setembro as exportações brasileiras de carne bovina in natura foram de 74.200 toneladas, gerando US$ 390 milhões de receita.

Em relação a agosto/2011, houve aumento de 12,6% das exportações em volume (65.900 toneladas) e de 12,5% em valor (US$347 milhões). Comparado ao mesmo mês em 2010, o volume caiu (-3,5%) e a receita foi maior (22%).

Tabela 1. Exportações brasileiras de carne bovina in natura

Clique aqui para ampliar!
Em agosto/2011, o dólar foi cotado a R$1,59, se valorizado 8,7% em relação ao dólar no mês de setembro (R$1,74). Desta forma o preço da carne brasileira em dólares também se desvalorizou ficando mais barata no mercado internacional, o que ajudou nessa alta de 12,6% no volume exportado.

Gráfico 1.Receita e volume das exportações de carne bovina in natura: acumulado de janeiro a setembro ano a ano

Clique aqui para ampliar!
Analisando o volume exportado de carne in natura no período de janeiro a setembro ano a ano desde 2002, observamos que houve crescimento até 2007. Após a crise econômica de 2008, o volume exportado está em declínio principalmente devido à alta dos preços das commodities, restrição de crédito e recentemente pela taxa cambial.

A receita recebida de janeiro a setembro/11 está no mesmo patamar de 2008 e 2010. A queda em 2009 foi conseqüência da crise financeira em 2008.

Já observando o preço médio da carne bovina in natura exportada, percebe-se o aumento do valor recebido em US$/ton desde 2002. No período de janeiro a setembro de 2011, houve forte aumento de 29,8% no valor da tonelada em relação a 2010, de US$3.891 em 2010 para US$5.052 em 2011. O preço médio recebido pela carne brasileira em dólares aumentou 59,9%, em relação a 2009, quando era cotado a US$3.159/ton.



Tags:
Fonte:
BeefPoint

0 comentário