Carnes de suínos e aves também devem registrar preços mais altos com seca no sul do Brasil

Publicado em 05/01/2012 15:57 551 exibições
O preço das carnes suínas e de aves também irão subir por conta da estiagem que castiga o sul do Brasil. Segundo informações divulgadas pela Faesc - Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina - nesta quinta-feira, as cotações devem subir por conta do impacto da seca na produção da soja, do milho e do trigo, que são importantes componentes da ração dos animais.

As perdas que a safra de grãos do estado vem registrando aumentam o custo de produção de suínos e aves e isso irá refletir diretamente nos preços das carnes. Somente no milho, os prejuízos chegam a 40% da produção catarinense, de acordo com um levantamento da Faesc.

A Defesa Civil Estadual afirma que a estiagem afeta 346.569 moradores em 37 municípios que decretaram situação de emergência.

Na cidade de São Miguel do Oeste, 70% da safra de feijão e algo entre 25 e 40% da produção de leite estão comprometidos. Em chapecó, a produção leitera contabiliza um prejuízo de 40% também.

Com informações do Terra.

Tags:
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário