Publicidade

EUA: Importantes regiões podem continuar sofrendo com clima adverso

Publicado em 23/04/2013 15:57 e atualizado em 23/04/2013 18:09 1559 exibições
Enquanto as chuvas e a neve continuam caindo nos Estados e impedindo um avanço mais rápido do plantio da nova safra de grãos do país, algumas suspeitas continuam se fortalecendo e indicando que importantes áreas produtoras seguirão tendo que lutar contra o clima muito frio e úmido para não ultrapassarem o período da janela do plantio. 

Segundo previsões da norte-americana Commodity Weather Group, as regiões que sofrem com essas condições climáticas deverão permanecer assim até meados de maio. Ao mesmo tempo, as áreas mais secas poderão ver o progresso de suas lavouras, mas ainda irão se preocupar com o déficit de umidade que preocupa boa parte dos produtores do país.

"A previsão para maio mudou ligeiramente para o sul do Meio-Oeste norte-americano, mas ainda mostra áreas limitadas com chuvas acima do normal no Meio-Oeste. Na parte oeste do Cinturão do Milho (principal região produtora dos EUA) deverá passar por poucas interrupções do plantio, já no sudoeste - em partes de Illinois e Missouri - os trabalhos de campo podem terminar com o clima ligeiramente mais úmido do que a média. Porém, a área que deve enfrentar uma batalha mais séria com o clima será na região da bacia do Rio Vermelho", disse o presidente da Commodity Weather Group, Matt Rogers. 

O atraso no plantio que poderia ser agravado por essas previsões da continuidade do clima frio e muito úmido, segundo Rogers, já reforçam as especulações de que muitos produtores norte-americanos poderiam mudar os planos sobre por qual cultura irão optar. 

"A camada de neve tardia resultando em enchentes no final de abril e início de maio poderia causar uma mudança para a soja ou para o trigo de primavera, como já foi visto antes", disse o presidente do Commodity Weather. 

Na última segunda-feira (22), o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) divulgou seu último relatório de acompanhamento de safra indicando um significativo atraso no plantio do milho e também do trigo. 

O departamento norte-americano informou que o plantio de milho no país, até o último dia 21 de abril, estava concluído em apenas 4% da área. Na semana passada, o índice era de 2%. O processo, em relação ao ano passado e à média histórica, está bastante atrasado, uma vez que esses números eram de 26 e 16%, respectivamente. 

Sobre o plantio do trigo de primavera, o USDA indicou que 7% da área já está semeada, contra 6% da semana anterior. No ano passado, nesse mesmo período, esse número era de 52% e a média dos últimos cinco anos é de 24%. 

Com informações do site Agriculture.com
Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário