Massa de ar polar derruba as temperaturas e 47 cidades registram a madrugada mais fria do ano

Publicado em 26/05/2014 09:51 649 exibições

A semana começou gelada no centro e sul do país e a responsável por trazer o frio para o Brasil é a atuação de uma massa de ar polar. Hoje 47 cidades tiveram a madrugada mais fria do ano. As menores temperaturas do país nesta segunda-feira ficaram concentradas na região Centro-Oeste. O termômetro ficou mais baixo em Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul com 7,5ºC. Em segundo lugar ficou Dourados - MS, com 8,8ºC. A terceira cidade que registrou mais frio nesta manhã fica no Sul do país, no Estado do Paraná, onde Marechal Candido Rondon registrou 8,9ºC. Seguida de Goieoere no Paraná, onde fez 9,2ºC e logo em seguida Bela Vista- MS com 9,3ºC. Outras 42 cidades bateram o recorde de frio hoje.

O friozinho continua sobre o estado do Mato Grosso do Sul na tarde de hoje, com máxima que não passa dos 17ºC em Campo Grande. Já sobre o Mato Grosso, os termômetros vão alcançar os 30ºC na faixa norte do Estado. A temperatura se eleva bem pouco sobre o Sul do país, com máxima que não passa dos 16ºC em Bagé - RS e 20ºC em Porto Alegre - RS. Em Santa Catarina vai fazer mais frio ainda, com máxima prevista de apenas 14ºC.

Frio persiste nos próximos dias em boa parte do país

Faz frio de manhã e a tarde sobre o Centro-Oeste, com máxima que oscila entre 10°C e 15°C no centro e sul de Mato Grosso do Sul. O frio só vai perder a força na maior parte da região a partir de meados da semana, com exceção do leste de Goiás e Distrito Federal que permanecerão com mínimas entre 12°C e 15°C até 03 de junho. 

O frio não vai dar trégua e a semana será com temperatura baixa no Sul. De acordo com a Somar Meteorologia, as mínimas ficarão entre 3°C e 9°C na maior parte da Região e extremos de 0°C na Campanha Gaúcha. "A partir de quinta-feira (29), a temperatura máxima (registrada a tarde) entra em elevação e fica entre 15ºC e 20ºC" - afirma o meteorologista Celso Oliveira. O frio da madrugada no Sul do país só perde a intensidade no dia 30.

Tags:
Fonte:
Jornal do Tempo

0 comentário