Banco Mundial já havia previsto o risco das inundações na Argentina em um boletim

Publicado em 18/01/2017 14:14
135 exibições

Para muitos especialistas, o drama das inundações sofrido pelos produtores argentinos não é nenhuma surpresa, como informa o site argentino Infocampo.

O Banco Mundial publicou em outubro de 2016 um extenso boletim sobre o meio ambiente na Argentina, onde apontava que "as inundações são o maior desastre natural que ameaça a Argentina e representam 60% dos desastres naturais e 95% dos danos econômicos".

A entidade internacional estimou também que as inundações provocadas pelo transbordar de rios, como na grande maioria dos casos das últimas semanas, representam 49% do custo anual total por desastres naturais, ou seja, 0,7% do PIB do país, enquanto o custo das inundações urbanas é de 46%.

O boletim aponta que o excesso, a rapidez e o desenvolvimento inadequado das urbanizações e a obstrução de sistemas de escorrimento natural são alguns dos fatores que colaboraram para a ameaça ao país.

"Os canais de drenagem que foram construídos a fim de reduzir o risco de inundações (conhecidos localmente como canalizações) mudaram a hidrografia e produziram maiores escorrimentos que resultaram em mais inundações", diz ainda o documento.

Tradução: Izadora Pimenta

Fonte: Infocampo.com.ar

0 comentário