Tempo: Canal de umidade leva chuvas expressivas para o Centro-Oeste

Publicado em 14/11/2019 09:47 e atualizado em 14/11/2019 14:57
1909 exibições

 

LOGO nalogo

As previsões para as próximas 24 horas indicam chuvas com volumes expressivos para o Mato Grosso do Sul. A estação chuvosa também começa se consolidar na região Centro-Oeste do país e chuvas passam a ser mais significativas. De acordo com o Inmet, o mesmo canal de umidade também deverá atingir os estados de Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Minas Gerais.

Segundo a meteorologista Naiane Araújo as chuvas chegam devido a um canal de umidade que está tentando se formar na região, com um escoamento que desce da região norte, levando umidade, deixando o tempo instável e com acumulados significativos. 

O modelo Cosmo do Inmet indica que os volumes de precipitação no Mato Grosso do Sul podem alcançar 60 milímetros em alguns pontos. Nas próximas 24 horas as chuvas devem ficar concentradas nas regiões sul e oeste do estado. Segundo a meteorologista, entre a madrugada e manhã desta quinta-feira (14), o município de Ponta Porã/MS já registrava 42 milímetros de chuvas acumulados. 

A partir de sábado as chuvas ficam mais intensas também no estado do Mato Grosso. Segundo o modelo Cosmo do Inmet, os números devem ficar entre 40 e 50 milímetros. No sul do estado, os volumes podem alcançar os 70 milímetros. 

Segundo a Climatempo, áreas do Mato Grosso do Sul e do Goiás estão com alertas de temporais para esta quinta-feira. "A região de Goiânia, as demais áreas do oeste de Goiás e do estado de mato Grosso estão com risco de chuva com moderada a forte intensidade localizada, raios e rajadas de vento", afirma a Climatempo. 

Apesar dos alertas, no estado do Goiás, onde os produtores vêm sofrendo com as irregularidades, deve receber chuvas mais generalizadas apenas a partir do dia 16. "A tendência é de que os volumes fiquem significativos do dia 16 até o próximo dia 21 nesta região", afirma Naiane. 

Veja o mapa para a região Centro-Oeste do país para as próximas 48 horas: 


Centro Oeste - Inmet
Fonte: Inmet 


Outras regiões 

O corredor de umidade vai avançar nas próximas horas, atingindo outras regiões do país.  

Na região sul do país as chuvas ficarão concentradas em Santa Catarina e com mais intensidade no estado do Paraná. Nas próximas 24 horas, são esperados volumes entre de até 30 mm no norte de Santa Catarina. No Paraná as chuvas podem atingir todo o estado, com volumes de precipitação entre 20 e 40 milímetros, podendo atingir 50 mm em alguns pontos. 

No estado de São Paulo são esperados volumes entre 40 e 60 mm. As chuvas mais volumosas devem acontecer na divisa com o Paraná, com precipitação de até 60 milímetros. Também volta a chover mais intensidade no extremo sul de Minas Gerais. O modelo Cosmo do Inmet indicam chuvas entre 40 e 60 milímetros. 

Veja o mapa de precipitação para as próximas 93 horas em todo o Brasil: 

93 horas - Inmet
Fonte: Inmet 

 

Últimas 24 horas

Nas últimas 24 horas os maiores volumes de chuva foram registrados no Espírito Santo, Mato Grosso e Pará. Os volumes mais altos foram registrados no Rio de Janeiro, com volumes de até 60 milímetros de precipitação. 

No estado do Mato Grosso foram registradas precipitações entre 15 e 30 milímetros em pontos da área central do estado. No extremo sul do estado foram registrados volumes de até 15 milímetros. Na região oeste de Tocantins, na divisa com o Pará foram registradas chuvas de até 20 mm de precipitação. Já no Pará, os volumes ficaram entre 20 e 30 milímetros, atingido o Centro-Sul do estado. 

Veja o mapa de precipitação das últimas 24 horas em todo o Brasil: 

24 horas - Inmet
Fonte: Inmet 

Previsão estendida de chuvas para o Brasil

No período de 14 até 22 de novembro, o mapa de previsão estendida do centro de previsão da Administração Oceânica e Atmosféria Nacional (NOAA, na sigla em inglês), mostra chuvas para as regiões Sudeste, Norte e Centro-Oeste do Brasil. 

Segundo o NOAA, um corredor de chuvas signitivas deve atingir pontos do Centro-Oeste e Sudeste do país. Na região do Mato Grosso, Goiás e Tocantins as chuvas devem ficar entre 90 e 100 milímetros de precipitação. Os dados indicam ainda chuvas expressivas para o estado de Minas Gerais, entre 100 e 125 mm. As chuvas também devem atingir pontos da Bahia neste período, com volumes de até 70 milímetros. 

Já no período entre 22 e 30 de novembro, o NOAA indica que as chuvas descem ao Sul do país, deixando uma massa de ar seco sobre a região Nordeste. Neste período, as chuvas poderão ser expressivas em Minas Gerais, com volumes de até 125 mm em alguns pontos. Goiás deve ter volumes entre 60 e 80mm. 

Confira o mapa de previsão estendida para todo o Brasil: 

NOAA
 

Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA

Chuva voltando ao normal na região de Jataí (GO). Envio do Engenheiro Agrônomo Hildo Antônio
Chuva voltando ao normal na região de Jataí (GO). Envio do Engenheiro Agrônomo Hildo Antônio

Cigarra e borboleta juntas na Mata Atlântica em Itaiópolis (SC). Envio de Paulo Marcelo AdamekCigarra e borboleta juntas na Mata Atlântica em Itaiópolis (SC). Envio de Paulo Marcelo AdamekCigarra e borboleta juntas na Mata Atlântica em Itaiópolis (SC). Envio de Paulo Marcelo AdamekCigarra e borboleta juntas na Mata Atlântica em Itaiópolis (SC). Envio de Paulo Marcelo Adamek
Cigarra e borboleta juntas na Mata Atlântica em Itaiópolis (SC). Envio de Paulo Marcelo Adamek

Soja em Naranjal - Paraguay. Envio de Cledison Conte
Soja em Naranjal - Paraguay. Envio de Cledison Conte

Clique e envie sua foto ou vídeo e apareça aqui no Notícias Agrícolas! Fale com a gente através do
WhatsApp (19) 99767-0241, direct no Instagram
 @noticiasagricolasou use a hashtag #imangensdodia


 

Por: Virgínia Alves
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário