Chuva persiste no Sudeste e há risco de mais temporais na região

Publicado em 22/12/2010 08:38 486 exibições
Pode haver temporal entre o norte do RJ, sul do ES e leste de MG.
QUINTA, DIA 23

Sul
Nesta quinta, ainda chove no Paraná, norte e oeste de Santa Catarina e no oeste e noroeste do Rio Grande do Sul por conta da propagação de áreas de instabilidade. Chove forte no norte e oeste do Paraná, com acumulado que varia entre 20mm e 30mm. Na maior parte do Rio Grande do Sul e no sul de Santa Catarina, o tempo permanece seco. Faz calor no Rio Grande do Sul, com máxima que passa dos 35°C em algumas localidades do oeste do Estado. Entre o leste do Paraná e centro e leste de Santa Catarina, os ventos e a nebulosidade deixam a temperatura máxima mais baixa.

Sudeste
Na quinta, chove em praticamente toda a região, sendo que entre o norte do Rio de Janeiro, sul do Espírito Santo e leste de Minas Gerais, há risco de temporais. O acumulado chega a 60mm em algumas localidades. O calor ainda predomina na maior parte da região, porém entre o sul e leste de São Paulo e sul do Rio de Janeiro e de Minas Gerais, as nuvens e os ventos de sul deixam a máxima mais baixa.

Centro-Oeste
Mais um dia com tempo abafado e pancadas de chuva no Centro-Oeste. De uma forma geral, o acumulado será baixo em toda a região. Apenas no noroeste de Mato Grosso, o acumulado chega aos 20mm.

Nordeste
Na quinta, destaca-se a chuva forte prevista no litoral e centro do Ceará, com acumulado que varia entre 20mm e 30mm. Deve chover forte, inclusive, em Fortaleza. Além do Ceará, chuvas mais fracas atingem o oeste do Rio Grande do Norte, Piauí, Maranhão e o centro, oeste e sul da Bahia. Entre o recôncavo baiano e a Paraíba, o tempo permanece seco. Mesmo com as chuvas, o calor predomina em toda a região.

Norte
Nesta quinta, prosseguem as chuvas na forma de pancadas em toda a região. Chove forte na fronteira do Amazonas com Peru e Colômbia. O calor passa a predominar em toda a região, inclusive Amazonas, Acre e Rondônia e a máxima passa dos 35°C no centro e leste do Pará.

Confira a previsão para os próximos dias

Sul
Na sexta, a chegada de uma nova frente fria causa chuvas em boa parte do Rio Grande do Sul. Além disso, áreas de instabilidade causam chuvas em boa parte do Paraná e de Santa Catarina. Chove forte no noroeste do Paraná e na fronteira do Rio Grande do Sul com o Uruguai. O acumulado varia entre 20mm e 40mm, ainda insuficiente para o aumento do nível dos reservatórios de arroz do Rio Grande do Sul. O calor predomina em toda a região, inclusive no leste de Santa Catarina e Paraná. No sábado, a frente fria traz chuvas para boa parte da região Sul, com acumulado que varia entre 20mm e 30mm no norte de Santa Catarina e noroeste do Paraná. No domingo, chove desde o norte do Rio Grande do Sul até o Paraná, com acumulado que alcança os 50mm no centro e oeste do Paraná. Entre 27 e 31 de dezembro, prosseguem as chuvas com baixo acumulado em toda a região Sul. Apenas no litoral do Paraná e leste de Santa Catarina, há risco de chuva forte.

Sudeste
Nesta sexta, a chuva atinge todo o Sudeste, com destaque para os temporais no centro e leste de Minas Gerais e Espírito Santo. O calor ainda predomina na maior parte do Sudeste, com exceção do Espírito Santo e parte da zona da mata de Minas Gerais. No sábado, ainda chove em boa parte do Sudeste, com exceção do centro e sul de São Paulo. Há risco de chuva forte no norte do Espírito Santo e no leste e oeste de Minas Gerais. No domingo, destacam-se os temporais no sul do Rio de Janeiro, Espírito Santo e no leste, sul e sudoeste de Minas Gerais. Entre 27 e 31 de dezembro, as chuvas ganham muita força e há perspectiva de grandes temporais o litoral e nordeste de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais. Caso a chuva se confirme, cidades importantes, como as quatro capitais da região, poderão registrar muitos transtornos.

Centro-Oeste
Na sexta, prosseguem as chuvas com baixo acumulado no Centro-Oeste, sendo que em Mato Grosso, a chuva também será isolada. Apenas no oeste e sul de Mato Grosso do Sul e no nordeste de Goiás pode chover de forma mais intensa, com acumulado de 20mm. O calor aumenta e a máxima passa dos 35°C no norte e oeste de Mato Grosso. No fim de semana, a previsão é de chuva generalizada e mais intensa no Centro-Oeste. De uma forma geral, o acumulado varia entre 10mm e 30mm em cada dia. Entre os dias 27 e 31 de dezembro, chove mais de 50mm em Goiás, centro e norte de Mato Grosso do Sul e no sul, leste e norte de Mato Grosso. Especificamente no oeste e nordeste de Goiás, a chuva será mais intensa e acumula 100mm.

Nordeste
Na próxima sexta, prosseguem as chuvas fortes no litoral do Ceará, inclusive Fortaleza. O acumulado chega aos 40mm. Também chove forte no centro, sudoeste e sul da Bahia, com acumulado entre 20mm e 30mm. Chuva generalizada, mas com baixo acumulado, atingem o Maranhão, Piauí e Rio Grande do Norte. Entre o centro e nordeste da Bahia e a Paraíba, o tempo permanece seco. O calor toma conta da região, com máximas de mais de 35°C em vários Estados. No sábado, ainda chove forte no litoral do Ceará, com acumulado de 50mm. No domingo, a chuva forte atinge o sul da Bahia, com acumulado de até 40mm. Entre os dias 27 e 31 de dezembro, intensos temporais atingem o Maranhão, Piauí, oeste de Pernambuco e o oeste e sul da Bahia, com acumulado de mais de 150mm.

Norte
Na sexta, a chuva atinge toda a região Norte. Destaca-se a chuva forte no litoral norte do Amapá, oeste e sudoeste do Amazonas e Acre. O calor de mais de 35°C predomina no Tocantins, Pará e sudeste do Amazonas, porém, por outro lado, a temperatura máxima volta a cair entre o sudoeste do Amazonas e oeste do Acre. No sábado, a previsão é de chuva em boa parte da região, com exceção da maior parte do Acre e sudoeste do Amazonas. Temporais atingem o litoral norte do Amapá. No domingo, destacam-se os temporais no noroeste do Amazonas, com mais de 60mm acumulado. Entre 27 e 31 de dezembro, as chuvas atingem boa parte da região Norte, com exceção do centro e norte de Roraima e oeste do Acre. Acumulado de mais de 100mm atinge o norte do Tocantins e litoral do Amapá.

Tags:
Fonte:
Somar Meteorologia

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário