Previsão do tempo: Tempo instável predomina no Norte e Nordeste

Publicado em 11/04/2011 08:42 736 exibições
Temporais também estão previstos para pontos do Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul.
TERÇA, DIA 12

Sul

Instabilidades vindas do interior do continente voltam a provocar temporais no Paraná. Esta chuva vem de noroeste e começa atingindo o norte do Paraná, depois avançando para as demais áreas. Em Curitiba e no litoral, a chuva chega só no fim do dia. Chove também na metade norte do Rio Grande do Sul e no sul de Santa Catarina, mas no caso são pancadas rápidas e isoladas de fim de tarde. Há risco de temporais, com queda de granizo, de forma localizada. Nas demais áreas, e mesmo no norte gaúcho e sul catarinense, o sol predomina e faz calor à tarde. O frio pela manhã diminui aos poucos.

Sudeste

Os temporais voltam nesta terça. Eles vêm do interior do continente e estão associados a ventos em alta velocidade no topo da atmosfera, chamados de Jato Subtropical. Isso favorece que o vento suba e forme nuvens convectivas, de tempestade. No noroeste paulista, a chuva já começa no início do dia e, com o passar das horas, avança para as demais áreas de São Paulo e também para parte de Minas. Há risco de temporais, com ventos fortes e queda de granizo. Entre as capitais, isso só vale para a paulista. No Rio, Espírito Santo e norte e leste de Minas, o tempo aberto predomina e ocorrem pancadas isoladas, que não atingem Vitória.

Centro-Oeste

Áreas de instabilidade levam temporais para o Mato Grosso do Sul. O acumulado pode passar dos 50 milímetros em algumas cidades, pois a chuva já começa pela manhã. As chuvas também se intensificam no Mato Grosso, principalmente no oeste. Já, em Goiás, ocorre o inverso: as pancadas ficam mais isoladas e rápidas, sem gerar grandes acumulados.

Nordeste

Alerta para temporais em quase todo o Nordeste nesta semana. Apenas o interior da Bahia que tem tempo seco. Na terça-feira, nem Teresina escapa dos temporais. Mesmo assim, os termômetros se aproximam dos 30°C em quase toda a região.

Norte

Os temporais atingem toda a metade leste do Amazonas e também o Pará, o Amapá e Roraima, inclusive nas Capitais. Nas demais áreas, pancadas rápidas e isoladas associadas ao calor e à umidade.

Confira a previsão para os próximos dias

Sul

Nesta quarta, só chove no Paraná, de forma rápida e isolada e menos intensa que na terça-feira. Na quinta, finalmente volta a chover de forma generalizada no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. É a formação de uma nova frente fria que pode levar acumulados de mais de 70 milímetros para algumas cidades das Missões em apenas 24 horas. Apesar disso, não chove na Metade Sul e no sábado o sistema já atua sobre o Sudeste, de forma que o tempo já abre no RS e em SC.

Sudeste

A chuva enfraquece nesta, mas ainda atinge SP e parte de MG e do RJ. O sol consegue aparecer em breves períodos nessas áreas e eleva as temperaturas. Na maioria das cidades, porém, a máxima não é de mais de 30°C. Depois, as chuvas ficam concentradas em São Paulo, com a chegada de uma nova frente fria, mas os acumulados são baixos. Entre os dias 15 e 19 de abril, não passam dos 50 milímetros.

Centro-Oeste

A chuva cessa em Brasília e em cidades do norte goiano nesta quarta. Nesta quinta, a chuva para em todo Goiás, mas uma nova frente fria se forma no Sul e propaga temporais no sul do Mato Grosso do Sul. A previsão é que o tempo seco predomine em Goiás e no leste do Mato Grosso entre os dias 15 e 25 de abril. No Mato Grosso do Sul podem até ocorrer temporais, mas o acumulado não passa dos 70 milímetros entre os dias 15 e 20 deste mês.

Nordeste

As simulações indicam que entre os dias 15 e 19 de abril as chuvas enfraquecem um pouco sobre o Nordeste, apesar de continuarem. Depois, a situação volta a se agravar e os acumulados novamente passam dos 200 milímetros do Rio Grande do Norte até o Maranhão.

Norte

Os temporais ainda atingem o leste do Amazonas nesta quarta, mas se concentram mais sobre o Pará. Em muitas cidades, o acumulado passa dos 100 milímetros. Chove forte também no Amapá. Nas demais áreas, as pancadas de chuva são isoladas e rápidas. Entre os dias 15 e 19 de abril, são esperados elevados volumes de precipitação em todo o Norte. No Amazonas, no Pará e no Amapá, deve chover mais de 200 milímetros nestes cinco dias.

Tags:
Fonte:
Somar Meteorologia

0 comentário