Chuva ajuda a recuperar pastagens e lavouras no Rio Grande do Sul

Publicado em 22/06/2011 08:24 276 exibições
O município de Bagé atravessa um período crítico de seca. O volume de chuva passou dos cem milímetros na região.
O município de Bagé, no Rio Grande do Sul, que passa por um período crítico de seca, foi beneficiado pela chuva dos últimos dias. O volume passou um pouco dos cem milímetros, o que ajudou a recuperar pastagens e lavouras.

Há muito tempo não era visto um campo verde em Bagé. Mas cor não significa a qualidade. O frio, que já chegou forte na região, impede o crescimento.

“Nós estamos numa época de entressafra de produção e a chuva não vai nem aumentar a produção no campo nem vai ter um crescimento significativo”, diz Fábio Schilink, zootecnista da Emater.

Mas para as pastagens cultivadas de inverno, como aveia e azevém, a chuva veio em boa hora. Os produtores que investiram nessas culturas estão garantindo a alimentação dos animais.

“Todo esse contexto climático tem favorecido muito as pastagens de inverno tanto para a produção de leite como para a produção de gado de corte”, explica Schilink.

A chuva dos últimos dias também tem sido benéfica para as hortaliças. Em uma das propriedades da região, mais de três hectares estão cultivados e a irrigação mecanizada parou de ser utilizada.

“Em pleno mês de junho, que é uma coisa raríssima de irrigar por causa do frio, nós ainda estávamos com a irrigação colocada e funcionando. Agora, com essa chuva, nós encerramos pelo menos a irrigação”, diz o agricultor Vanderlei Caldeira.

Tags:
Fonte:
Globo Rural

0 comentário