Geada deve causar quebra de 15% na produção de aveia no Paraná

Publicado em 28/09/2011 07:53 200 exibições
Estimativa é da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Paraná. Previsão de colheita de cerca de 120 mil toneladas da cultura no estado.
A colheita de aveia branca nos Campos Gerais, maior região produtora do Paraná, está quase no fim. Setenta por cento da área já foi colhida, mas o resultado que sai da lavoura não tem agradado o produtor.

O agricultor João Conrado Schimidt, que plantou 200 hectares, está tendo uma produtividade média de 2,5 mil quilos por hectare, quantidade bem menor do que esperava colher. “Se o clima tivesse sido um pouco mais favorável, o potencial dessa aveia seria para quatro mil quilos por hectare”, diz.

O inverno rigoroso castigou as lavouras de aveia branca na região de Campos Gerais. As plantações foram atingidas por duas geadas bastante fortes, o que impediu o desenvolvimento normal das plantas.

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Paraná estima uma quebra de pelo menos 15% na produção por causa geada. Devem ser colhidas no estado cerca de 120 mil toneladas de aveia. A geada também causou a maturação desordenada, o que atinge a qualidade do produto e faz com que o preço da aveia caia na hora da venda.

“Podemos ver uma perda de cerca de 20% a 30% na qualidade do grão. O preço fica depreciado em torno de 20% a 30% por causa da perda de qualidade”, avalia o agricultor Willen Bouwman.

O Paraná é o segundo produtor nacional de aveia, com 35% da safra. O Rio Grande do Sul responde pelos outros 65%.

Tags:
Fonte:
Globo Rural

0 comentário