Cadastro para Código Florestal avança devagar e demanda impulso do mercado

Publicado em 18/08/2014 07:46 967 exibições

O Brasil tem menos de 10 meses para cumprir o prazo legal para cadastramento de milhões de propriedades rurais exigido pelo novo Código Florestal e este trabalho, junto com a regularização dos passivos ambientais, vai demandar esforços também das grandes empresas do setor, como indústrias e tradings, com repercussões nos preços de commodities, dizem especialistas.

"Não há recursos suficientes para o cumprimento do código florestal... esse dinheiro vai ter que vir de algum lugar. Não acredito que venha do governo", disse o biólogo Roberto Waack, fundador de uma empresa pioneira no mercado de madeira certificada.

O Código Florestal aprovado em 2012 prevê que todas as propriedades rurais informem às autoridades quais são suas coordenadas geográficas e a ocupação das terras: se estão cobertas por mata nativa, rios, pastagens ou lavouras, por exemplo.

Leia a notícia na íntegra no site da Reuters.

Fonte:
Reuters

0 comentário