Produtores goianos se mobilizam no Congresso pela votação do Código Florestal

Publicado em 24/05/2011 12:32 332 exibições
Cerca de 800 produtores rurais goianos estão mobilizados, neste momento, no Congresso Nacional, em Brasília, onde a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), a Federação da Agricultura do Estado de Goiás e demais Federações oferecem um café da manhã. Na Chapelaria, uma grande mesa com pães, frutas, sucos e laticínios foi montada para recepcionar os produtores, senadores, deputados e servidores do Congresso.
 
Quem passa pelo local está sendo abordado pelos produtores rurais que explicam que os produtos oferecidos são provenientes do campo e correm o risco de escassez caso a atualização do Código Florestal Brasileiro, proposta pelo deputado federal, Aldo Rebelo (PC do B-SP) não seja aprovada. Está prevista para hoje a votação em Plenário da Câmara Federal do substitutivo de Aldo Rebelo. Após inúmeras prorrogações, os produtores esperam que os líderes de partidos entrem em acordo e votem positivamente à atualização da legislação.
 
De acordo com o presidente da Faeg, José Mário Schreiner é importante que essa votação ocorra hoje. “Quanto mais se adia a votação, maior a insegurança jurídica dos produtores brasileiros. O País coloca em risco sua segurança alimentar”, afirmou há pouco, em meio à mobilização de produtores goianos. Para a presidente da CNA, senadora Kátia Abreu, em entrevista à imprensa, a presença dos produtores com suas famílias em um movimento pacífico demonstra a maturidade do setor em discutir temas que influenciam diretamente o futuro do País.
 
Kátia Abreu ressaltou a importância da preservação do meio ambiente para os produtores e afirmou que a classe coloca em prática a produção com sustentabilidade. “Tínhamos a meta de até 2020 reduzir o desmatamento em 80%. Em 2010 já havíamos cumprido 77% dessa meta. O setor está comprometido”, reafirmou. Os produtores presentes na mobilização assistirão toda a votação por telões instalados na chapelaria do Congresso e permanecerão na Capital até que a sessão se encerre com votação positiva à atualização do Código Florestal.
Fonte:
Faeg

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário