Senador anuncia novos debates sobre o Código Florestal

Publicado em 23/08/2011 08:23 578 exibições
Novo ministro da Agricultura assume cargo nesta terça, dia 23 e diz que aprovação do Código Florestal é prioridade.
O senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), em discurso nesta segunda, dia 22, anunciou os próximos debates sobre o projeto do novo Código Florestal (PLC 30/2011) na Comissão de Meio Ambiente (CMA), que preside. Na quarta, dia 24, a comissão receberá ex-ministros do Meio Ambiente, e na quinta, dia 25, ex-ministros da Agricultura, em uma iniciativa conjunta com as comissões de Agricultura e Ciência e Tecnologia.

Ao falar dos ministros do Meio Ambiente convidados para o debate, Rollemberg disse que esses "foram vitoriosos", assinalando que o Brasil avançou na questão ambiental ao conseguir, ao longo dos últimos anos, aperfeiçoar o marco legal em defesa do meio ambiente.

Rollemberg acredita que os ex-ministros contribuirão com sua experiência, assim como os cientistas da Academia Brasileira de Ciência e da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, já ouvidos pela CMA. Para o parlamentar, que elogiou os avanços na legislação ambiental brasileira, o Senado precisa ouvir especialistas que o auxiliem a chegar a uma proposta conciliadora para o novo Código Florestal.

– Tenho um grande desejo e certa convicção de que seremos capazes, nesse debate do Código Florestal, de conjugar os interesses dos produtores rurais com os interesses dos ambientalistas. Se tivermos a competência para conjugar esses interesses, conseguindo superar alguns falsos dilemas, nós estaremos defendendo os interesses do conjunto da população brasileira, não mais do segmento A ou B – disse.

Em aparte, o senador Eduardo Braga (PMDB-AM) louvou a iniciativa da CMA e manifestou preocupação com as questões da água e da reserva legal no projeto do novo Código Florestal.

No Zero Hora:

Aprovação do Código Florestal é prioridade de Mendes Ribeiro Filho

Ao tomar posse nesta terça, dia 23, no Ministério da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho pretende aperfeiçoar a gestão em uma pasta suspeita de inúmeras irregularidades. Uma de suas prioridades será aprovar o Código Florestal, em discussão no Senado. Com a experiência de quem foi líder do governo no Congresso, Mendes quer conduzir um acordo político que permita a aprovação sem repetir a polêmica votação do projeto na Câmara. Para tanto, o ministro conta com o apoio da senadora Kátia Abreu (DEM-TO).

Por determinação da presidente Dilma Rousseff, ele irá conduzir mudanças em postos-chave do ministério e na Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Em conversa mantida nessa segunda com o ex-ministro Marcus Vinícius Pratini de Moraes, Mendes recebeu indicações de servidores de carreira da pasta, com aptidões técnicas para ocupar secretarias estratégicas.

– Ninguém pode esperar que em dois dias eu tenha as soluções para todos os problemas da agricultura – afirma Mendes.

No R7:

Mendes Ribeiro assume Agricultura nesta terça-feira

O novo ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro, vai tomar posse nesta terça-feira (23), em cerimônia marcada para as 11h no Palácio do Planalto. Apesar de ainda não estar oficialmente no comando do ministério, ele já adiantou que vai haver demissões na pasta. Mendes Ribeiro encontrou Dilma Rousseff na sexta-feira (19) e disse que a presidente deu a ele total autonomia para fazer mudanças.

Na semana passada, o novo ministro descartou a extinção da CONAB (Companhia Nacional de Abastecimento), um dos focos de denúncias de corrupção.

Mendes Ribeiro vai assumir após a renúncia de Wagner Rossi. O ex-ministro deixou o comando do ministério na quarta-feira (17), após uma série de denúncias ligarem seu nome a supostas irregularidades na pasta e na CONAB. Apesar da saída, ele negou ligação com as irregularidades, em longa carta de demissão entregue à presidente Dilma.

Fonte:
Ag. Senado + Zero Hora + R7

0 comentário